Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Trump defende taxa de juros a 'zero ou menos' nos EUA



11/09/2019 | 08:10


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu nesta quarta-feira que o Federal Reserve (Fed, o banco central do país) corte a taxa básica de juros para "zero ou menos". "Devíamos então começar a refinanciar a nossa dívida. O custo com juros poderia ser trazido muito para baixo, enquanto ao mesmo tempo se prolonga o prazo (de vencimento da dívida)", acrescentou.

As críticas do mandatário à condução da política monetária americana e os seus chamados por cortes de juros são recorrentes, mas trata-se da primeira vez, ao menos recentemente, que ele aponta o nível a que ele quer que a taxa chegue. Em ao menos uma ocasião recente, Trump falou em uma tesourada de 100 pontos-base, "mas não de uma vez só". Hoje, o juro básico do Fed está na faixa entre 2,00% e 2,25%.

Em uma sequência de duas publicações no Twitter, Trump argumentou que, como os EUA têm "a grande moeda, poder e balanço de ativos" e "nenhuma inflação", deviam pagar sempre a taxa mais baixa.

"É só a ingenuidade (do presidente do Fed Jerome) Powell e do Federal Reserve que não nos permite fazer o que outros países já estão fazendo. Uma oportunidade única na vida que estamos perdendo por causa de 'cabeças de vento'", encerrou.

O Fed realiza a sua próxima reunião de política monetária em 17 e 18 de setembro, com o anúncio da decisão no segundo dia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trump defende taxa de juros a 'zero ou menos' nos EUA


11/09/2019 | 08:10


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu nesta quarta-feira que o Federal Reserve (Fed, o banco central do país) corte a taxa básica de juros para "zero ou menos". "Devíamos então começar a refinanciar a nossa dívida. O custo com juros poderia ser trazido muito para baixo, enquanto ao mesmo tempo se prolonga o prazo (de vencimento da dívida)", acrescentou.

As críticas do mandatário à condução da política monetária americana e os seus chamados por cortes de juros são recorrentes, mas trata-se da primeira vez, ao menos recentemente, que ele aponta o nível a que ele quer que a taxa chegue. Em ao menos uma ocasião recente, Trump falou em uma tesourada de 100 pontos-base, "mas não de uma vez só". Hoje, o juro básico do Fed está na faixa entre 2,00% e 2,25%.

Em uma sequência de duas publicações no Twitter, Trump argumentou que, como os EUA têm "a grande moeda, poder e balanço de ativos" e "nenhuma inflação", deviam pagar sempre a taxa mais baixa.

"É só a ingenuidade (do presidente do Fed Jerome) Powell e do Federal Reserve que não nos permite fazer o que outros países já estão fazendo. Uma oportunidade única na vida que estamos perdendo por causa de 'cabeças de vento'", encerrou.

O Fed realiza a sua próxima reunião de política monetária em 17 e 18 de setembro, com o anúncio da decisão no segundo dia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;