Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

4E: FGTS deve ter impacto positivo sobre PIB em 0,20 ponto porcentual em 2019

Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


16/08/2019 | 17:04


A 4E Consultoria estima que o impacto da liberação do FGTS deve ter impacto positivo de 0,20 ponto porcentual sobre o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano e de 0,08 ponto no PIB de 2020, considerando saques de R$ 36,5 bilhões no total até março de 2020 e que R$ 25,5 bilhões serão usados para consumir.

No estudo, assinado pela economista Giulia Coelho e pelo analista Luca Klein, a consultoria afirma que o efeito mais forte deve ser sentido sobre o PIB do quarto trimestre deste ano, cuja projeção é de alta de 0,8% na margem.

"No entanto, os dados fracos dos dois primeiros trimestres do ano trouxeram nossa estimativa de 2019 para 0,7% (ante 1,0%)", ponderam. A 4E reduziu a projeção para o PIB do segundo trimestre, de avanço de 0,3% para 0,1% ante o primeiro trimestre, com ajuste sazonal.

Em contrapartida, a consultoria elevou a expectativa para o PIB de 2020, de 2,6% para 3,0%, por causa do FGTS e do ganho de confiança resultante que devem ser aprovadas este ano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

4E: FGTS deve ter impacto positivo sobre PIB em 0,20 ponto porcentual em 2019


16/08/2019 | 17:04


A 4E Consultoria estima que o impacto da liberação do FGTS deve ter impacto positivo de 0,20 ponto porcentual sobre o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano e de 0,08 ponto no PIB de 2020, considerando saques de R$ 36,5 bilhões no total até março de 2020 e que R$ 25,5 bilhões serão usados para consumir.

No estudo, assinado pela economista Giulia Coelho e pelo analista Luca Klein, a consultoria afirma que o efeito mais forte deve ser sentido sobre o PIB do quarto trimestre deste ano, cuja projeção é de alta de 0,8% na margem.

"No entanto, os dados fracos dos dois primeiros trimestres do ano trouxeram nossa estimativa de 2019 para 0,7% (ante 1,0%)", ponderam. A 4E reduziu a projeção para o PIB do segundo trimestre, de avanço de 0,3% para 0,1% ante o primeiro trimestre, com ajuste sazonal.

Em contrapartida, a consultoria elevou a expectativa para o PIB de 2020, de 2,6% para 3,0%, por causa do FGTS e do ganho de confiança resultante que devem ser aprovadas este ano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;