Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 9 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Eric Clapton mostra sua elegante música em SP

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

13/10/2011 | 12:43


Dez anos após sua última passagem pelo Brasil, o guitarrista, cantor e compositor britânico Eric Clapton se apresentou ontem em São Paulo, no Estádio do Morumbi. E até o céu, que durante todo o dia ficou carregado por nuvens resolveu dar trégua para que o músico ilustrasse a noite paulistana com sua música.

Acompanhado pelo baterista Steve Gadd, pelo contrabaixista Willie Weeks, pelos tecladistas Tim Carmon e Chris Stanton e por fim pelas vocalistas Michelle John e Sharon White, o lendário músico, que integrou bandas como Cream e Blind Faith, subiu ao palco com pontualidade britânica, às 21h.

O guitarrista saudou o público com um "boa noite", e em seguida dedicou a apresentação ao piloto de Fórmula 1 Felipe Massa. Com sua belíssima guitarra Fender Stratocaster azul nas mãos, fez sua música passear pelo estádio, para alegria geral com os acordes da composição 'Key To The Highway'. O público - 45 mil - misturado por cinquentões, sessentões e jovens, viu banda para lá de entrosada. Do bolso, Clapton tirou a música 'Teel The Truth', recheada por belos improvisos e solos incendiários.

Clássico do compositor Wilie Dixon, 'Hoochie Coochie Man' veio em seguida para delírio dos presentes. Com o refrão cantado em uníssono, Clapton não teve piedade do instrumento durante o solo. Vieram depois 'Old Love' e 'Tearing Us Apart'.

O formato do show mudou, Clapton sentou-se em uma cadeira e, com o violão nas mãos encantou com 'Driftin' Blues'. Ainda sentado, mas agora com a guitarra, foi elegante com 'Nobody Knows When You're Down and Out' e também com a conhecida 'Lay Down Sally'. Com roupagem suave, a elegantíssima 'When Somebody Thinks You're Wonderful', de seu recente disco, Clapton, tirou o fôlego de todos os fãs.

Conhecida, importante e emocionante, 'Layla' foi um dos grandes momentos do memorável show, com solo de guitarra de deixar qualquer queixo no chão.

Em pé novamente, Clapton relembrou seu velho grupo Cream com a faixa 'Badge', registrada no álbum Goodbye, de 1969 e escrita ao lado do ex-Beatle George Harrison.

'Wonderful Tonight', 'Before You Accuse', 'Little Queen of Spades' e o clássico absoluto 'Cocaine' também couberam no repertório de 1h30.

Para o bis o músico convidou o guitarrista Gary Clark - responsável pela abertura da apresentação - para voltar ao palco e ao se lado improvisar em Crossroads. Elegante, sábio e único, Clapton, 66 anos, coleciona discos impagáveis, canções das mais importantes e uma história musical já inesquecível.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;