Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

IFI vê manutenção da Selic em 6,5% em 2019, com novo ciclo de aperto em 2020



15/05/2019 | 15:42


A Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado espera que a Selic permaneça no patamar de 6,5% ao ano em 2019 por causa do comportamento benigno da inflação e da ociosidade no emprego e de fatores de produção, conforme Relatório de Acompanhamento Fiscal (RAF) obtido pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. Para 2020, a expectativa da IFI é de que a taxa de juro seja elevada para 7,5% ao ano.

"Mantidas as atuais condições da economia, com a recuperação esperada a partir deste ano e assumindo a trajetória de fechamento do hiato do produto no fim de 2021, um novo ciclo de aperto monetário poderá ter início em 2020, quando os juros básicos devem alcançar 7,5% ao ano", destaca a IFI em relatório publicado nesta quarta-feira, 15.

Para o câmbio, a Instituição revisou a projeção para o fim de 2020. Subiu de R$ 3,73 para R$ 3,87. Para este ano, a IFI espera que a cotação do dólar fique em R$ 3,99.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

IFI vê manutenção da Selic em 6,5% em 2019, com novo ciclo de aperto em 2020


15/05/2019 | 15:42


A Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado espera que a Selic permaneça no patamar de 6,5% ao ano em 2019 por causa do comportamento benigno da inflação e da ociosidade no emprego e de fatores de produção, conforme Relatório de Acompanhamento Fiscal (RAF) obtido pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. Para 2020, a expectativa da IFI é de que a taxa de juro seja elevada para 7,5% ao ano.

"Mantidas as atuais condições da economia, com a recuperação esperada a partir deste ano e assumindo a trajetória de fechamento do hiato do produto no fim de 2021, um novo ciclo de aperto monetário poderá ter início em 2020, quando os juros básicos devem alcançar 7,5% ao ano", destaca a IFI em relatório publicado nesta quarta-feira, 15.

Para o câmbio, a Instituição revisou a projeção para o fim de 2020. Subiu de R$ 3,73 para R$ 3,87. Para este ano, a IFI espera que a cotação do dólar fique em R$ 3,99.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;