Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Moro: decisão da comissão não é favorável ao fortalecimento do Coaf

Marcelo Camargo/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


09/05/2019 | 18:27


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou nesta quinta-feira, 9, que a decisão de transferir o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) da pasta para o Ministério da Economia, tomada na comissão mista de deputados e senadores encarregados de analisar a reforma ministerial, não é favorável ao fortalecimento do órgão.

"A intenção de trazer para o Ministério da Justiça sempre foi a de fortalecer o Coaf. Houve uma decisão não muito favorável a essa proposta do governo, mas, independentemente do que aconteça, podem ter certeza que a política do governo vai ser sempre de fortalecimento desse órgão. Não é política do Ministério da Justiça ou do governo, na verdade é política de Estado", disse Sergio Moro.

A declaração foi feita durante uma solenidade do Coaf em que a instituição entregou diploma de mérito a pessoas que contribuem com o combate à lavagem de dinheiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Moro: decisão da comissão não é favorável ao fortalecimento do Coaf


09/05/2019 | 18:27


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou nesta quinta-feira, 9, que a decisão de transferir o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) da pasta para o Ministério da Economia, tomada na comissão mista de deputados e senadores encarregados de analisar a reforma ministerial, não é favorável ao fortalecimento do órgão.

"A intenção de trazer para o Ministério da Justiça sempre foi a de fortalecer o Coaf. Houve uma decisão não muito favorável a essa proposta do governo, mas, independentemente do que aconteça, podem ter certeza que a política do governo vai ser sempre de fortalecimento desse órgão. Não é política do Ministério da Justiça ou do governo, na verdade é política de Estado", disse Sergio Moro.

A declaração foi feita durante uma solenidade do Coaf em que a instituição entregou diploma de mérito a pessoas que contribuem com o combate à lavagem de dinheiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;