Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 18 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

'Não pretendo sair do governo', afirma Damares Alves

Valter Campanato/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


03/05/2019 | 10:30


A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, negou nesta sexta-feira, 3, que tenha pedido para deixar o governo do presidente Jair Bolsonaro. "Informo que não pretendo sair do governo", disse em nota.

Em entrevista à Rádio Guaíba, de Porto Alegre, Damares afirmou que ficará no cargo "até o onde o presidente aceitar e até onde a minha saúde suportar". "Eu não vou sair deste governo. Nós estamos com tantos projetos iniciando agora. Tem tanta coisa pra fazer e não há nenhuma intenção de deixar o governo", garantiu.

As declarações são uma resposta da ministra a uma reportagem veiculada na revista Veja, que informa que Damares teria pedido a Bolsonaro para deixar o governo. De acordo com a publicação, a ministra já teria se reunido com o presidente e informado sua decisão, justificando que estava cansada e que precisava cuidar da saúde.

Damares Alves evitou criar atrito com a imprensa e afirmou que a publicação da Veja não se trata de uma notícia falsa, mas, sim de um mal-entendido. "Não é fake news, mas um mal-entendido. Alguns jornalistas conversaram comigo e eu disse que ficarei nesse governo até quando o presidente desejar e precisar de mim, e até quando a minha saúde aguentar. E eles (jornalistas) devem ter entendido diferente", pontuou.

Segundo a revista, a ministra estaria recebendo ameaças de morte, que a fizeram abandonar a residência onde morava, em Brasília, para viver em um hotel na capital federal. "Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Damares também não costuma antecipar a agenda, circula pela cidade escoltada e um segurança fica postado na entrada de sua sala durante todo o expediente", afirmou a publicação.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Não pretendo sair do governo', afirma Damares Alves


03/05/2019 | 10:30


A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, negou nesta sexta-feira, 3, que tenha pedido para deixar o governo do presidente Jair Bolsonaro. "Informo que não pretendo sair do governo", disse em nota.

Em entrevista à Rádio Guaíba, de Porto Alegre, Damares afirmou que ficará no cargo "até o onde o presidente aceitar e até onde a minha saúde suportar". "Eu não vou sair deste governo. Nós estamos com tantos projetos iniciando agora. Tem tanta coisa pra fazer e não há nenhuma intenção de deixar o governo", garantiu.

As declarações são uma resposta da ministra a uma reportagem veiculada na revista Veja, que informa que Damares teria pedido a Bolsonaro para deixar o governo. De acordo com a publicação, a ministra já teria se reunido com o presidente e informado sua decisão, justificando que estava cansada e que precisava cuidar da saúde.

Damares Alves evitou criar atrito com a imprensa e afirmou que a publicação da Veja não se trata de uma notícia falsa, mas, sim de um mal-entendido. "Não é fake news, mas um mal-entendido. Alguns jornalistas conversaram comigo e eu disse que ficarei nesse governo até quando o presidente desejar e precisar de mim, e até quando a minha saúde aguentar. E eles (jornalistas) devem ter entendido diferente", pontuou.

Segundo a revista, a ministra estaria recebendo ameaças de morte, que a fizeram abandonar a residência onde morava, em Brasília, para viver em um hotel na capital federal. "Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Damares também não costuma antecipar a agenda, circula pela cidade escoltada e um segurança fica postado na entrada de sua sala durante todo o expediente", afirmou a publicação.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;