Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 18 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Detecta chega à quinta cidade do Grande ABC

Divulgação/SSP Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São Bernardo assinou, ontem, convênio para adesão ao programa de compartilhamento de dados de segurança pública


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

01/05/2019 | 07:00


 O governo do Estado de São Paulo firmou, ontem, o quinto convênio do Programa Detecta no Grande ABC. Junto com Santo André, São Caetano, Diadema e Mauá, São Bernardo também poderá ter acesso ao compartilhamento de dados de interesse da segurança pública, contribuindo com o trabalho das polícias na prevenção e repressão de crimes.

A assinatura do acordo foi feita pelo secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, e o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB). “Fico muito feliz em ver a assinatura do Detecta, uma plataforma integradora. Com ele vamos proteger mais, prender mais e valorizar mais a segurança pública”, destacou o general.

O convênio tem prazo de duração de cinco anos e não prevê repasse de recursos entre as partes. Além disso, o próprio município poderá usar as informações para elaborar programas preventivos com o objetivo de proteger moradores da região. “Tecnologia é essencial e o Detecta em São Bernardo irá colaborar com a segurança pública do Estado”, ressaltou o prefeito.

O secretário executivo da PM (Polícia Militar) também esteve no evento e falou dos benefícios do sistema. “São Bernardo ganha muito com o Detecta. Todas as câmeras da cidade poderão estar ligadas à Polícia Militar, evitando novos delitos.”

Implantado pelo governo de São Paulo em 2014, o Detecta é o maior big data de informações policiais da América Latina e um dos maiores do mundo. O sistema integra bancos de dados das polícias e imagens de câmeras de diversos órgãos que podem ser acessados por todas as unidades policiais do Estado.

Por meio do Detecta, os policiais têm acesso aos dados do RDO (Registro Digital de Ocorrência), IIRGD (Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt), Sistema Operacional da Polícia Militar, Fotocrim (Sistema de Fotos Criminais), além de dados de veículos e de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Atualmente, o Detecta conta com 6.401 leitores de placas em pelo menos 2.850 pontos de todo o Estado de São Paulo. Ao todo, 76 municípios já contam com acesso ao sistema.

COI

Durante o evento, também houve o anúncio do início das obras de revitalização do prédio que abrigará o COI (Centro de Operação Integradas) de São Bernardo. O local passará a contar com o 6° Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), a Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), bem como unidades do Corpo de Bombeiros, a GCM (Guarda Civil Municipal) e a Defesa Civil. A estrutura funcionará 24 horas, integrando ações de segurança de todos os órgãos nela instalados.

“O COI é um exemplo, um modelo, onde os órgãos terão a oportunidade de tomar decisões rápidas e planejar ações de forma conjunta. Essa é a segurança pública que queremos, todos trabalhando juntos”, enfatizou o secretário de Segurança Urbana de São Bernardo, coronel Carlos Alberto dos Santos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Detecta chega à quinta cidade do Grande ABC

São Bernardo assinou, ontem, convênio para adesão ao programa de compartilhamento de dados de segurança pública

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

01/05/2019 | 07:00


 O governo do Estado de São Paulo firmou, ontem, o quinto convênio do Programa Detecta no Grande ABC. Junto com Santo André, São Caetano, Diadema e Mauá, São Bernardo também poderá ter acesso ao compartilhamento de dados de interesse da segurança pública, contribuindo com o trabalho das polícias na prevenção e repressão de crimes.

A assinatura do acordo foi feita pelo secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, e o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB). “Fico muito feliz em ver a assinatura do Detecta, uma plataforma integradora. Com ele vamos proteger mais, prender mais e valorizar mais a segurança pública”, destacou o general.

O convênio tem prazo de duração de cinco anos e não prevê repasse de recursos entre as partes. Além disso, o próprio município poderá usar as informações para elaborar programas preventivos com o objetivo de proteger moradores da região. “Tecnologia é essencial e o Detecta em São Bernardo irá colaborar com a segurança pública do Estado”, ressaltou o prefeito.

O secretário executivo da PM (Polícia Militar) também esteve no evento e falou dos benefícios do sistema. “São Bernardo ganha muito com o Detecta. Todas as câmeras da cidade poderão estar ligadas à Polícia Militar, evitando novos delitos.”

Implantado pelo governo de São Paulo em 2014, o Detecta é o maior big data de informações policiais da América Latina e um dos maiores do mundo. O sistema integra bancos de dados das polícias e imagens de câmeras de diversos órgãos que podem ser acessados por todas as unidades policiais do Estado.

Por meio do Detecta, os policiais têm acesso aos dados do RDO (Registro Digital de Ocorrência), IIRGD (Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt), Sistema Operacional da Polícia Militar, Fotocrim (Sistema de Fotos Criminais), além de dados de veículos e de CNH (Carteira Nacional de Habilitação) do Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Atualmente, o Detecta conta com 6.401 leitores de placas em pelo menos 2.850 pontos de todo o Estado de São Paulo. Ao todo, 76 municípios já contam com acesso ao sistema.

COI

Durante o evento, também houve o anúncio do início das obras de revitalização do prédio que abrigará o COI (Centro de Operação Integradas) de São Bernardo. O local passará a contar com o 6° Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), a Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), bem como unidades do Corpo de Bombeiros, a GCM (Guarda Civil Municipal) e a Defesa Civil. A estrutura funcionará 24 horas, integrando ações de segurança de todos os órgãos nela instalados.

“O COI é um exemplo, um modelo, onde os órgãos terão a oportunidade de tomar decisões rápidas e planejar ações de forma conjunta. Essa é a segurança pública que queremos, todos trabalhando juntos”, enfatizou o secretário de Segurança Urbana de São Bernardo, coronel Carlos Alberto dos Santos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;