Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Água Santa e Santo André decidem quem estará na elite


Anderson Fattori

21/04/2019 | 06:28


O almoço de Páscoa será feliz para apenas uma das equipes da região que chegou à semifinal da Série A-2. Água Santa e Santo André jogam hoje, às 11h, no Inamar, em Diadema, para decidir quem vai à final e, consequentemente, garante o acesso à elite do Campeonato Paulista. Ontem, os times encerraram a preparação com apoio dos torcedores, que foram aos treinos para dar o último incentivo antes de a bola rolar.

O Ramalhão está em vantagem. Venceu o primeiro duelo, no Bruno Daniel, por 2 a 0, e pode perder por um gol de diferença que ainda assim avança. Já o Netuno precisa derrotar o rival por dois gols de diferença para forçar a disputa de pênaltis, ou por três para se garantir direto na decisão.

A volta do atacante Dada anima o Água Santa. Ele é o vice-artilheiro da Série A-2 com oito gols, atrás apenas do seu companheiro de clube, Alvinho, com 11. Após passar por cirurgia no apêndice, que o tirou das últimas três partidas, ele está à disposição do técnico Márcio Ribeiro. A dúvida é quanto ao aproveitamento do experiente lateral-esquerdo Bruno Recife. Ele precisou ser substituído no primeiro jogo por conta de pancada no tornozelo direito e virou dúvida. Caso ele não possa atuar, quem assume a vaga é Maninho.

Como se refugiou em Atibaia durante a semana, Márcio Ribeiro não deu pistas em relação a escalação. É possível que ele abra mão de Éverton e ponha o time à frente com Celsinho e Luan Dias na armação e Dada e Alvinho à frente.
No Santo André, apesar da vantagem, ninguém considera a fatura liquidada e a expectativa é por confronto que exija muito do emocional. “Nossa equipe está bem preparada, sabemos que terá pressão, que o estádio vai estar cheio, mas crescemos e vamos em busca desse acesso”, promete Raphael Toledo, que defendeu o Netuno em 2017. “Nossa equipe é forte psicologicamente, tem a cabeça boa”, garante.

O técnico Fernando Marchiori também chamou atenção para a parte emocional e espera atuação equilibrada. “Temos equipe madura, trabalhamos muito durante a semana as adversidades que teremos. Estamos prontos também para ter situação de contragolpe. Duelo muito duro, temos que ter equilíbrio. Temos de jogar o jogo, saber o momento de suportar a pressão. Temos de preocupar o adversário também”, enfatiza.

O treinador tem praticamente todos os jogadores à disposição. O lateral-esquerdo Ernani, o volante Fabrício e o atacante Carlos Alberto, treinaram normalmente durante a semana e devem ficar pelo menos no banco de reservas. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Água Santa e Santo André decidem quem estará na elite

Anderson Fattori

21/04/2019 | 06:28


O almoço de Páscoa será feliz para apenas uma das equipes da região que chegou à semifinal da Série A-2. Água Santa e Santo André jogam hoje, às 11h, no Inamar, em Diadema, para decidir quem vai à final e, consequentemente, garante o acesso à elite do Campeonato Paulista. Ontem, os times encerraram a preparação com apoio dos torcedores, que foram aos treinos para dar o último incentivo antes de a bola rolar.

O Ramalhão está em vantagem. Venceu o primeiro duelo, no Bruno Daniel, por 2 a 0, e pode perder por um gol de diferença que ainda assim avança. Já o Netuno precisa derrotar o rival por dois gols de diferença para forçar a disputa de pênaltis, ou por três para se garantir direto na decisão.

A volta do atacante Dada anima o Água Santa. Ele é o vice-artilheiro da Série A-2 com oito gols, atrás apenas do seu companheiro de clube, Alvinho, com 11. Após passar por cirurgia no apêndice, que o tirou das últimas três partidas, ele está à disposição do técnico Márcio Ribeiro. A dúvida é quanto ao aproveitamento do experiente lateral-esquerdo Bruno Recife. Ele precisou ser substituído no primeiro jogo por conta de pancada no tornozelo direito e virou dúvida. Caso ele não possa atuar, quem assume a vaga é Maninho.

Como se refugiou em Atibaia durante a semana, Márcio Ribeiro não deu pistas em relação a escalação. É possível que ele abra mão de Éverton e ponha o time à frente com Celsinho e Luan Dias na armação e Dada e Alvinho à frente.
No Santo André, apesar da vantagem, ninguém considera a fatura liquidada e a expectativa é por confronto que exija muito do emocional. “Nossa equipe está bem preparada, sabemos que terá pressão, que o estádio vai estar cheio, mas crescemos e vamos em busca desse acesso”, promete Raphael Toledo, que defendeu o Netuno em 2017. “Nossa equipe é forte psicologicamente, tem a cabeça boa”, garante.

O técnico Fernando Marchiori também chamou atenção para a parte emocional e espera atuação equilibrada. “Temos equipe madura, trabalhamos muito durante a semana as adversidades que teremos. Estamos prontos também para ter situação de contragolpe. Duelo muito duro, temos que ter equilíbrio. Temos de jogar o jogo, saber o momento de suportar a pressão. Temos de preocupar o adversário também”, enfatiza.

O treinador tem praticamente todos os jogadores à disposição. O lateral-esquerdo Ernani, o volante Fabrício e o atacante Carlos Alberto, treinaram normalmente durante a semana e devem ficar pelo menos no banco de reservas. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;