Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Com 97% das urnas apuradas, Netanyahu tem praticamente reeleição

Tânia Rêgo/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Se a vitória se confirmar, Netanyahu será conduzido à chefia do governo de Israel pela 5ª vez desde 2009



10/04/2019 | 02:16


O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, está muito próximo de conquistar um quinto mandato. Na manhã desta quarta-feira, 10, o premiê estava muito próximo de uma vitória eleitoral que garantiria 65 dos 120 assentos do Parlamento do país para sua coalizão.

Com 97% dos votos apurados, o partido de Netanyahu, o Likud, elegia 35 parlamentares, mesmo número do principal rival, o Azul e Branco, do general Benny Gantz. Apesar do empate, o atual premiê conta com o apoio de partidos de direita e ultraortodoxos que lhe dão mais 30 assentos.

Se a vitória se confirmar, Netanyahu será conduzido à chefia do governo de Israel pela quinta vez desde 2009, o que o fará o líder mais longevo do país. Na noite de segunda, ainda com resultados parciais, o premiê se disse vitorioso no pleito. "É uma noite de tremenda vitória", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Com 97% das urnas apuradas, Netanyahu tem praticamente reeleição

Se a vitória se confirmar, Netanyahu será conduzido à chefia do governo de Israel pela 5ª vez desde 2009


10/04/2019 | 02:16


O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, está muito próximo de conquistar um quinto mandato. Na manhã desta quarta-feira, 10, o premiê estava muito próximo de uma vitória eleitoral que garantiria 65 dos 120 assentos do Parlamento do país para sua coalizão.

Com 97% dos votos apurados, o partido de Netanyahu, o Likud, elegia 35 parlamentares, mesmo número do principal rival, o Azul e Branco, do general Benny Gantz. Apesar do empate, o atual premiê conta com o apoio de partidos de direita e ultraortodoxos que lhe dão mais 30 assentos.

Se a vitória se confirmar, Netanyahu será conduzido à chefia do governo de Israel pela quinta vez desde 2009, o que o fará o líder mais longevo do país. Na noite de segunda, ainda com resultados parciais, o premiê se disse vitorioso no pleito. "É uma noite de tremenda vitória", afirmou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;