Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Decisão acertada


Do Diário do Grande ABC

10/10/2018 | 08:59


Os programas de governo de todos os candidatos que disputaram o Palácio dos Bandeirantes no primeiro turno sequer mencionavam propostas, genéricas que fossem, para solucionar os principais gargalos do Grande ABC, região com problemas de toda ordem. Pior. Nos documentos registrados pelos postulantes junto à Justiça Eleitoral não há sequer menção direta às sete cidades. Ou seja, nesse rol estão incluídos os dois que disputam o segundo turno: João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB), que busca a reeleição.

Geralmente os planos de governo não tratam de demandas e propostas com profundidade, ainda mais quando a disputa envolve Estado com 645 municípios, cada qual com suas necessidades e especificidades. Mas bem que os candidatos poderiam destacar questões que envolvem importantes regiões administrativas como um todo, casos da Grande São Paulo – inclui a região –, Baixada Santista e Vale do Paraíba, entre outras. Afinal, as necessidades de municípios conurbados são basicamente as mesmas. Ou, em algumas situações, bastaria resolver o problema em um ou dois que os demais seriam beneficiados.

Caso emblemático no Grande ABC envolve o projeto de construção da Linha 18-Bronze do Metrô, que se arrasta desde 2014 e foi ‘esquecido’ pelos postulantes. O trajeto, pelo sistema monotrilho, prevê a ligação de São Bernardo à Estação Tamanduateí, na Capital, passando por Santo André e São Caetano.

É urgente que esse projeto seja desengavetado, porque vai encurtar a distância entre a Capital e a região e facilitar a vida de milhares de pessoas. O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC decidiu colocar na mesa o peso e a importância das sete cidades para o Estado e o Brasil e vai cobrar de João Doria e Márcio França o compromisso de tirar a proposta do papel. Como mostra a edição de hoje deste Diário, a entidade acerta ao colocar a Linha 18-Bronze como prioridade zero. Até porque, em outras oportunidades se fez lista com ‘N’ demandas e o resultado foi pífio. Normalmente a resposta é ancorada na falta de recursos, mesmo quando o investimento é ínfimo. É a velha história de que ‘quem tudo quer, tudo perde’. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;