Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Doria e Skaf seguem empatados, mas França se aproxima, diz pesquisa

Montagem/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tucano oscilou positivamente de 25% para 26%, enquanto o emedebista continua com 22%



04/10/2018 | 19:14


Os candidatos ao governo de São Paulo João Doria (PSDB) e Paulo Skaf (MDB) seguem tecnicamente empatados, segundo a mais recente pesquisa Datafolha, divulgada nesta quinta-feira, 4. O tucano oscilou positivamente de 25% para 26%, enquanto o emedebista continua com 22%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos - por isso há empate técnico no limite da margem de erro, já que os dois poderiam chegar a 24%.

Em seguida vem o governador Márcio França (PSB), que, com 16%, oscilou dois pontos para cima e confirmou a tendência de crescimento que vem tendo a cada pesquisa. Na anterior, ele havia crescido três pontos.

Luiz Marinho, do PT, oscilou positivamente de 5% para 6%. Depois vêm Professora Lisete (PSOL), com 3%; Major Costa e Silva (DC) e Rodrigo Tavares (PRTB), com 2%. Os candidatos Toninho Ferreira (PSTU), Marcelo Cândido (PDT), Claudio Fernando (PMN), Rogério Chequer (Novo) e Lilian Miranda (PCO) pontuaram 1% cada. Dos entrevistados, 11% declararam voto nulo ou branco, enquanto 8% ainda estão indecisos.

Apesar de estar estagnado, Skaf continua a liderar nos dois cenários em que ele é considerado para o segundo turno. Ele venceria Doria por 42% a 38% - o candidato do MDB tem um ponto a mais em relação à última pesquisa, e o tucano, dois. O presidente licenciado da Fiesp também derrotaria França, por 44% a 36%. Neste caso, Skaf subiu três pontos e o atual governador de São Paulo oscilou um ponto para cima.

O Datafolha também pesquisou um cenário entre João Doria e França. Pela primeira vez, os dois candidatos empataram, com 41%. No levantamento anterior, o tucano venceria por 41% a 34%.

O Datafolha mostrou ainda que Doria segue tendo a maior rejeição, com 38%. Marinho tem 29% e Skaf, 26%.

O levantamento foi realizado nos dias 3 e 4 de outubro. O Datafolha ouviu 2.597 eleitores em 73 cidades. A pesquisa foi contratada pela Folha de S. Paulo e TV Globo e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número SP-05020/2018. A margem de erro estimada é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que há 95% de chances de os resultados da pesquisa refletirem o atual momento eleitoral.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Doria e Skaf seguem empatados, mas França se aproxima, diz pesquisa

Tucano oscilou positivamente de 25% para 26%, enquanto o emedebista continua com 22%


04/10/2018 | 19:14


Os candidatos ao governo de São Paulo João Doria (PSDB) e Paulo Skaf (MDB) seguem tecnicamente empatados, segundo a mais recente pesquisa Datafolha, divulgada nesta quinta-feira, 4. O tucano oscilou positivamente de 25% para 26%, enquanto o emedebista continua com 22%. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos - por isso há empate técnico no limite da margem de erro, já que os dois poderiam chegar a 24%.

Em seguida vem o governador Márcio França (PSB), que, com 16%, oscilou dois pontos para cima e confirmou a tendência de crescimento que vem tendo a cada pesquisa. Na anterior, ele havia crescido três pontos.

Luiz Marinho, do PT, oscilou positivamente de 5% para 6%. Depois vêm Professora Lisete (PSOL), com 3%; Major Costa e Silva (DC) e Rodrigo Tavares (PRTB), com 2%. Os candidatos Toninho Ferreira (PSTU), Marcelo Cândido (PDT), Claudio Fernando (PMN), Rogério Chequer (Novo) e Lilian Miranda (PCO) pontuaram 1% cada. Dos entrevistados, 11% declararam voto nulo ou branco, enquanto 8% ainda estão indecisos.

Apesar de estar estagnado, Skaf continua a liderar nos dois cenários em que ele é considerado para o segundo turno. Ele venceria Doria por 42% a 38% - o candidato do MDB tem um ponto a mais em relação à última pesquisa, e o tucano, dois. O presidente licenciado da Fiesp também derrotaria França, por 44% a 36%. Neste caso, Skaf subiu três pontos e o atual governador de São Paulo oscilou um ponto para cima.

O Datafolha também pesquisou um cenário entre João Doria e França. Pela primeira vez, os dois candidatos empataram, com 41%. No levantamento anterior, o tucano venceria por 41% a 34%.

O Datafolha mostrou ainda que Doria segue tendo a maior rejeição, com 38%. Marinho tem 29% e Skaf, 26%.

O levantamento foi realizado nos dias 3 e 4 de outubro. O Datafolha ouviu 2.597 eleitores em 73 cidades. A pesquisa foi contratada pela Folha de S. Paulo e TV Globo e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número SP-05020/2018. A margem de erro estimada é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que há 95% de chances de os resultados da pesquisa refletirem o atual momento eleitoral.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;