Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Emmy premia 'Game of Thrones' e atriz Claire Foy, de 'The Crown'



18/09/2018 | 00:49


A 70ª edição do Emmy foi marcada, como já tem sido de praxe nas grandes premiações, por discursos de empoderamento feminino e críticas à pouca presença de negros na indústria do entretenimento - o apresentador Michael Che deu o tom da conversa, com direito até a uma esquete em que fez uma "reparação dos erros do Emmy" e um endosso à hashtag #EmmysSoWhite.

O principal prêmio da noite, de melhor série de drama, foi para os mãos do elenco de Game of Thrones, que desbancou concorrentes como The Crown e Stranger Things, da Netflix, e The Handmaid's Tale, do Hulu. Também ficou com a série o título de melhor ator coadjuvante, conquistado por Peter Dinklage, o Tyrion Lannister.

Nas categorias de melhor atriz e melhor ator em séries de drama, o Emmy premiou Claire Foy, a rainha Elizabeth de The Crown e Matthew Rhys, de The Americans, ambos em suas últimas chances de levarem as estatuetas. Isso porque a série da HBO sobre a família real britânica vai reformular todo o elenco em sua nova fase, enquanto a trama da FX chegou ao fim em junho após seis temporadas.

No rol das atrações novatas, The Marvelous Mrs. Maisel foi a queridinha. Em seu primeiro ano no prêmio, a série não apenas conquistou o título de melhor série de comédia, como consagrou Rachel Brosnahan como melhor atriz em série de comédia, Alex Borstein como melhor atriz coadjuvante, e Amy Sherman-Palladino como melhor roteiro e direção de comédia.

O território só não foi todo dominado porque Bill Hader ganhou, por seu papel em Barry, como melhor ator de comédia.

O prêmio ainda ficou marcado por uma surpresa afetiva: ao receber o prêmio de melhor direção por especial de variedade, o diretor Glenn Weiss se dirigiu a sua namorada que estava na plateia e a pediu em casamento. Ela subiu ao palco, onde ele se ajoelhou e deu a ela um anel de noivado, protagonizando um dos momentos mais aplaudidos da noite.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Emmy premia 'Game of Thrones' e atriz Claire Foy, de 'The Crown'


18/09/2018 | 00:49


A 70ª edição do Emmy foi marcada, como já tem sido de praxe nas grandes premiações, por discursos de empoderamento feminino e críticas à pouca presença de negros na indústria do entretenimento - o apresentador Michael Che deu o tom da conversa, com direito até a uma esquete em que fez uma "reparação dos erros do Emmy" e um endosso à hashtag #EmmysSoWhite.

O principal prêmio da noite, de melhor série de drama, foi para os mãos do elenco de Game of Thrones, que desbancou concorrentes como The Crown e Stranger Things, da Netflix, e The Handmaid's Tale, do Hulu. Também ficou com a série o título de melhor ator coadjuvante, conquistado por Peter Dinklage, o Tyrion Lannister.

Nas categorias de melhor atriz e melhor ator em séries de drama, o Emmy premiou Claire Foy, a rainha Elizabeth de The Crown e Matthew Rhys, de The Americans, ambos em suas últimas chances de levarem as estatuetas. Isso porque a série da HBO sobre a família real britânica vai reformular todo o elenco em sua nova fase, enquanto a trama da FX chegou ao fim em junho após seis temporadas.

No rol das atrações novatas, The Marvelous Mrs. Maisel foi a queridinha. Em seu primeiro ano no prêmio, a série não apenas conquistou o título de melhor série de comédia, como consagrou Rachel Brosnahan como melhor atriz em série de comédia, Alex Borstein como melhor atriz coadjuvante, e Amy Sherman-Palladino como melhor roteiro e direção de comédia.

O território só não foi todo dominado porque Bill Hader ganhou, por seu papel em Barry, como melhor ator de comédia.

O prêmio ainda ficou marcado por uma surpresa afetiva: ao receber o prêmio de melhor direção por especial de variedade, o diretor Glenn Weiss se dirigiu a sua namorada que estava na plateia e a pediu em casamento. Ela subiu ao palco, onde ele se ajoelhou e deu a ela um anel de noivado, protagonizando um dos momentos mais aplaudidos da noite.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;