Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Velhas e novas aventuras a toda velocidade

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Recém-lançado ‘Sonic Mania Plus’ faz homenagem ao passado do herói azul e traz melhorias


Luís Felipe Soares
Diário do Grande ABC

09/09/2018 | 07:00


A correria de Sonic atrás de argolas de ouro e para salvar seu mundo dos ataques do vilão Robotnik não para. O personagem, nascido na década de 1990 como grande astro do console Mega Drive, da Sega, passou por diversas mudanças ao longo do tempo, ganhando estilos e passando por cenários diversos (incluindo opções em 3D que não agradaram muito aos fãs). Entre altos e baixos na carreira, o personagem ganhou fama como uma das figuras mais queridas dos videogames e ainda chama a atenção.

Ele retornou às origens com o elogiado Sonic Mania, lançado no ano passado, com melhorias gráficas nas fases do passado e o acréscimo de desafios inéditos. Agora, um DLC (downloadable content, ou conteúdo ‘baixável’, em português) acaba de ser disponibilizado on-line e aumenta os avanços e amplia o projeto. Trata-se de Sonic Mania Plus, com versões pagas para os consoles PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch, além de PC.

Personagens novos estão prontos para serem escolhidos. São o tatu Mighty e o esquilo Ray, com passagem pela história de Sonic em outro jogo da franquia para os fliperamas pouco conhecido. A dupla conta com habilidades específicas que podem ser usadas para explorar as fases de maneiras distintas. Um dos pontos que chamam atenção nesse universo é que os heróis são versões de animais de verdade, incluindo o raposa Tails, o equidna Knuckles e o protagonista tendo sido inspirado em um hedgehog.

O game revela pequenas alterações na dinâmica da ação, tentando tornar tudo ainda mais ágil. Detalhe para o chamado Encore Mode, no qual o jogador revive a história central com modificações capazes de atiçar os fãs. Apesar das mudanças, correr a todo vapor, pular, quebrar paredes e girar por vários loopings são a base de tudo. Também é possível se divertir em modo competitivo com até quatro players.

O jogo serve como homenagem ao legado de Sonic nas últimas três décadas. Ele corre para chegar ao objetivo no fim de cada etapa, tentando salvar aprisionados e juntar o máximo de argolas que conseguir no caminho a toda velocidade.

Os fãs parecem não cansar da capacidade do herói azul, o acompanhando em títulos próprios e em suas participações especiais, como acontece na série Super Smash Bros, onde luta contra Mario, Megaman, Pikachu e Pac-Man, entre outras figuras do mercado eletrônico, onde é um dos destaques.

Série animada especial tem episódios curtos no YouTube

Com o lançamento da franquia Sonic Mania, a produtora Sega aproveitou para explorar o universo do game por meio de desenhos animados. Foi assim que nasceu a série Sonic Mania Adventures, disponibilizada neste ano na página oficial do personagem no YouTube (www.youtube.com/sonic).

O projeto nasceu como ampliação da animação usada para a abertura do jogo que inspira seu nome. Os personagens não falam, com o enredo tendo forte apelo visual.

São cinco episódios com menos de três minutos de duração. Eles mostram Sonic voltando para seu mundo após as ações do game Sonic Forces (2017), procurando esmeraldas, revelando a aparição de Mighty e Ray e enfrentando Robotnik.

Desconhecido hedgehog serve de inspiração para herói

Assim como ocorre com seus amigos, sua criação é inspirada em bichos da natureza, com o desconhecido hedgehog servindo como referência para o herói – e não um porco-espinho, como parte do público imagina. Os tênis usados pelo personagem fazem referência à sua velocidade, característica que não corresponde ao roedor na vida real.

O hedgehog é um animal exótico (não sendo espécie nativa do Brasil). Pequenos nos mamíferos da família Erinaceinae, eles são onívoros e se alimentam de insetos, caracóis, anfíbios, serpentes e vegetais. Existem cerca de 70 espécies destes animais distribuídas em cinco gêneros, sendo encontrados em parte da Europa, Ásia e África.

Ele é parente internacional do ouriço brasileiro, integrante da família Erethizontidae, com cerca de oito espécies conhecidas de três gêneros: coendou, sphiggurus e chaetomys. Esses roedores contam com espinhos nas partes superiores do corpo para serem utilizados como meio de defesa (no momento do ataque, seu corpo fica encolhido e os espinhos, prontos para machucar o inimigo se necessário, mas nunca são lançados contra as ameaças que possam surgir). A dieta dos ouriços é formada por folhas, flores, brotos, sementes e frutas.

Esses animais silvestres não devem ser criados em casa. O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), que trabalha pela conservação do patrimônio natural do País, fiscaliza sua comercialização ilegal como bichos domésticos.

Sonic nasceu em 1991, sendo idealizado pelo designer de jogos japonês Yuji Naka. Ele se tornou mascote da produtora Sega e rivalizou com Mario, da Nintendo, durante muitos anos.

Consultoria de Jeniffer Novaes, veterinária do Zoológico Municipal de São Bernardo, do Parque Estoril.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;