Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Filme ‘Simonal’ tem primeira cena divulgada

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Fabrício Boliveira e Isis Valverde formam casal protagonista da trama com estreia prevista para 2019


Miriam Gimenes

07/08/2018 | 11:23


O suingue de Wilson Simonal será retratado no cinema em 2019. Com direção de Leonardo Domingues, o longa tem como protagonistas Fabrício Boliveira - capa da Dia-a-Dia Revista de julho - e Isis Valverde, que interpreta Teresa, a mulher de Simonal. E quem quiser ter um prospecto do que está por vir nas telonas, pode ver a primeira cena divulgada no youtu.be/ZlAag7O5_bk. Simonal foi selecionado para o Festival de Cinema de Gramado, que será realizado dos dias 17 a 25 de agosto. 

O filme, ambientado em um rico momento da música brasileira - personagens da época circulam pelas cenas, como Erasmo Carlos, Ronaldo Bôscoli, Luis Carlos Miele e Elis Regina -,  mostra o carisma do cantor carioca e como ele ganhou os palcos rapidamente, alcançou o sucesso meteórico e conseguiu levar multidões para seus shows.

Leandro Hassum interpreta Carlos Imperial, o primeiro a perceber o talento de Simonal. O elenco conta ainda com Mariana Lima, Silvio Guindane, Caco Ciocler, Bruce Gomlevsky, Fabricio Santiago, Letícia Isnard, João Velho e Dani Ornelas. Com previsão de estreia para 2019, o drama foi produzido pela Pontos de Fuga e será distribuído pela Downtown/Paris Filmes.

Este não é o primeiro trabalho sobre o cantor. Antes de virar cinebiografia, a vida de Simonal foi tema do documentário Ninguém Sabe o Duro que Dei (2009), dirigido por Cláudio Manoel, Micael Langer e Calvito Leal. Simonal, inclusive, traz referências do filme, além das biografias Nem vem que não tem - A vida e o veneno de Wilson Simonal, de Ricardo Alexandre, e Simonal: Quem não tem swing morre com a boca cheia de formiga, de Gustavo Alonso. O diretor Leonardo Domingues também participou do processo de pós-produção do documentário.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados