Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Venda de carros usados: especialista dá dicas para fazer bons negócios

Da Redação, com assessoria

01/08/2018 | 12:18


Vender um seminovo não é tão simples como parece. Para Fabio Pinto, especialista da indústria automobilística há mais de 10 anos e CEO da Carflix, os problemas começam na hora de definir um preço, já que boa parte dos proprietários não sabem por quanto devem vender seus veículos.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas para cuidar melhor de seu veículo? Assine nossa newsletter neste link.

De acordo com o especialista, é necessário entender o mercado de seminovos, saber quais são os melhores momentos para negociar e ser transparente com quem está interessado. “Estar familiarizado com a marca e o modelo de seu automóvel, seu valor atual, quilometragem e seu histórico de serviço são fatores importantes na hora de vender um seminovo sem perder dinheiro”, explica Fabio.

O CEO da empresa separou abaixo as 3 principais dicas para negociar seu carro usado sem desvalorizar o seu patrimônio:

Venda de carros usados – dicas

1. Considere o mercado

O seu carro está em demanda? Este é o momento certo para vendê-lo? Os sedãs familiares, embora não sejam os carros preferidos dos entusiastas de autos, são muito buscados por pessoas que precisam de transporte básico e barato.

Outros fatores podem afetar a valorização do seu carro. Se o seu carro tiver uma boa economia de combustível e o preço da gasolina estiver alto, por exemplo, você poderá pedir mais por ele.

Já automóveis procurado por colecionadores costumam demorar mais para vender, mas os interessados dão boas ofertas por estes veículos.

2. Pesquise a tabela Fipe

Essa dica parece óbvia, mas muitas pessoas deixam de conferir o valor do seu usado no mercado. A tabela Fipe é utilizada como referência por lojistas, comerciantes e vendedores na hora de determinar o preço do carro novo ou usado.

Por isso, antes de vender seu carro, pesquise o valor dele no mercado.

3. Faça pequenos ajustes e invista em bons anúncios

Detalhes ajudam a fazer o carro parecer mais conservado. Remova arranhões leves e imperfeições da pintura, faça um polimento, substitua os tapetes (um truque fácil e barato) e faça uma lavagem no motor.

A propaganda é a alma do negócio. Se você for vender seu carro pela internet, crie padrões de fotografia e valorize seu carro por meio de fotos. A regra básica é ser o mais completo e específico possível nos anúncios.

Anúncios de carros de má qualidade, com poucas informações na descrição, vão fazer o valor do veículo diminuir.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;