Fechar
Publicidade

Domingo, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Poesia do Leitor: Amadeu Garrido de Paula


da Redação

29/07/2018 | 07:00


 ANSEIOS

Parede móvel de granito e ferro
desloca-se sob mãos de aço
de gênios a transmitir do espaço
as luzes do poente, o dia e o eterno
Oculta-se em ninhos de corujas
o que diríamos e nos calam
infames engulhos a alma cessam
e só expressamos garatujas
quanto quiséramos dizer!
restam premonições
nos revoltei-os do querer
viver as súbitas quimeras;
do existir em próximos momentos
tardam e brumam nossas primaveras.

O AUTOR: Amadeu Garrido de Paula.

Tem alguma poesia que deseja mostrar? Mande para a gente no e-mail cultura@dgabc.com.br. Ela poderá ser publicada aqui.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Poesia do Leitor: Amadeu Garrido de Paula

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;