Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ousar e cantar

William Soares Alves/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em clima de Copa, banda Mato Seco convida fãs para show especial em São Bernardo


Caroline Manchini

14/06/2018 | 07:00


Assistir aos jogos de futebol em casa com a família, ou em barzinhos com os amigos, já virou tradição entre os brasileiros em época de Copa do Mundo. O momento, que pede união e comemoração, instigou os integrantes da banda de reggae Mato Seco a criarem algo fora do comum. Para se aproximar ainda mais dos fãs e interagir, de forma inusitada, o conjunto decidiu assistir ao primeiro jogo da Seleção Brasileira na Copa ao lado dos amantes do reggae.

Os admiradores, que acompanham a trajetória da banda, poderão se reunir com os ídolos no domingo, a partir das 14h, na casa de shows Fábrica Mix (Rua Marli, 26), em São Bernardo. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 40 e podem ser comprados pelo site www.ticketbrasil.com.br.

“Sempre tivemos relacionamento muito próximo com nossos fãs e essa foi a forma que encontramos para estarmos com eles”, explica o cantor e guitarrista Rodrigo Piccolo. Após a partida de futebol, o grupo fará show especial com as canções de maior sucesso. Entre elas estão Caminho da Luz, Tudo Nos é Dado, Pedras Pesadas, Resistência, e Brilho Oculto, além de algumas músicas ainda não definidas por eles. “A apresentação permitirá bastante intimidade e esperamos trocar boas energias” comenta o artista.

A banda, que já soma 15 anos de carreira, foi criada em São Caetano sem muito planejamento. Sete amigos de infância, nascidos na cidade, apaixonados por reggae e sem nenhuma formação musical, decidiram, em 2002, que levariam ao mundo mensagens positivas. “Na época ninguém era músico e, por isso, precisamos estudar juntos. Depois de um ano nos dedicando exclusivamente à música fomos para as ruas”, relembra Piccolo.
Desde então a banda vem construindo carreira de sucesso e atraindo cada vez mais admiradores.

Os registros, cheios de mensagens positivas, chamam a atenção para questões políticas e sociais, além de dissipar a filosofia do bem e da justiça. Em busca desse objetivo, a Mato Seco fará, no próximo semestre, tour com a banda, também de reggae, Ponto de Equilíbrio. “Será um projeto grande e arrebatador. Ainda não posso dar muitas informações, mas vem coisa legal por aí”, adianta o guitarrista. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados