Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Como foi criado o óculos?

Modelo passou por variações ao longo dos anos, incluindo o acréscimo da segunda lente


Tauana Marin

01/04/2018 | 07:09


Os primeiros óculos com aros de ferro e unidos por rebites (fixadores de metal) surgiram em 1270, na Alemanha. Eram semelhantes a um compasso, já que não possuíam as hastes para serem colocadas sobre as orelhas. Foram as experiências em óptica de Robert Grosseteste (1175-1253) e seu discípulo Roger Bacon (1214-1292) que levaram à invenção dos óculos modernos. Em 1284, as artesãs de Veneza, na Itália, já os mencionavam e, durante o século 14, a fabricação se popularizou por toda a Europa.

Nem sempre os óculos foram fabricados com o estilo com que são conhecidos hoje. No século 19 era possível encontrar com mais facilidade os monóculos (montado com apenas uma lente) e, também, as lentes sem armação. Anos depois, os modelos que foram mais usados (entre os anos de 1401 a 1500) eram os chamados Pince-nez e o Lornhons. 

No Brasil, o item surgiu no século 16, com a chegada da colonização portuguesa ao País, e eram usados principalmente por religiosos (em sua maioria jesuítas), funcionários da coroa, colonos e homens alfabetizados.

Em 1785, o inventor norte-americano Benjamin Franklin (1706-1790) desenvolveu os primeiros óculos bifocais, com duas lentes a frente de cada olho unidas pela armação, possibilitando enxergar de longe e de perto com a ajuda de um único acessório. 

VERSÕES

As primeiras lentes corretivas, feitas com pedras semipreciosas cortadas em tiras finas, surgiram no século 1 d.C, (depois de Cristo), melhorando a visão de perto. Por volta do ano 1000, o matemático árabe Alhazen formulou teoria sobre a incidência de luz em espelhos e como isso reagia no olho humano. Os monges eram, sobretudo, os mais beneficiados com o objeto fruto do estudo de Alhazen por passarem horas trabalhando nas grandes bibliotecas europeias.

Com os avanços da especialização médica oftalmológica, o volume de pessoas que necessitam do acessório aumentou. A partir de 1970, as lentes minerais (feitas de cristal e vidro) passaram a ser substituídas por resinas mais leves, finas e resistentes. É devido à utilização de matérias-primas mais baratas para sua produção e o grande avanço da tecnologia que hoje em dia existem os mais variados tipos de óculos, de diferentes tamanhos, cores, estilos, e para os mais variados gostos.

Pergunta de Sophia Montagnani Kahn Neri, 9 anos, de São Caetano.

Consultoria de Gustavo Menino, especialista ótico da GrandVision by Fototica, de São Paulo.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;