Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Petrin tem nome efetivado como titular de Finanças

Anderson Silva/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Pasta, ao lado de Saúde, está entre os setores que geraram turbulência no governo; revisão da PGV será principal desafio


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

22/03/2018 | 07:00


Pessoa da confiança do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), o advogado Leandro Petrin foi formalmente efetivado como titular da Secretaria de Finanças da cidade. A nomeação saiu publicada no Diário Oficial, assim como sua saída do comando da unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos. Ele estava até o momento na chefia provisória da área econômica, que, ao lado de Saúde, era um dos setores que geraram desgaste político para o governo tucano.

Coincidência ou não, a situação de instabilidade acabou no pedido de exoneração, em fevereiro, do então secretário José Grecco – panorama semelhante visto no caso de Ana Paula Peña Dias, na Saúde.

Movimentações internas já indicavam esse cenário. Prova disso é que o Paço havia concretizado a entrada de José Cláudio Simões no cargo de adjunto da Pasta de Finanças. Técnico, ele era diretor do departamento. Petrin, portanto, deixa a unidade – mesmo mantendo o Planejamento sob sua tutela –, agora nas mãos da jornalista Jéssica Cavalheiro. A Pasta, no entanto, mudará o foco. Jéssica terá como atribuição gerenciar o núcleo de imprensa, cerimonial do Paço e agenda do prefeito. Com a divisão por eixos, a parte de publicidade e estratégia de comunicação ficará a cargo de Luciana Patara, secretária de Comunicação de São Caetano na segunda gestão de José Auricchio Júnior (PSDB).

Paulo Serra alegou que a mudança é “apenas adequação” interna de posicionamento dentro do potencial de cada aliado. “A gente aposta no planejamento para convergir resultados.” Segundo o tucano, o fato de Petrin, por exemplo, ter gerido a unidade de Assuntos Estratégicos e acumular no currículo atuação na diretoria de tributos da Prefeitura, dá visão global do governo, com ciência da divisão do bolo orçamentário. “É somatória. Ele sempre esteve muito próximo (das decisões).”

Com a definição, Petrin chega já com a responsabilidade da condução do debate sobre a nova revisão da PGV (Planta Genérica de Valores), base de cálculo do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). A primeira audiência pública com este teor está marcada para ocorrer no dia 9 de abril, com a participação de entidades da sociedade civil. O Paço recuou de implantar a mudança no plano depois de série de distorções no valor venal do imóvel. Decidiu suspender o projeto, em fevereiro.

“É discussão técnica, com a participação ampla da sociedade. Transformar em conceito, entendendo melhor o processo e materializando a ideia de planta genérica justa”, pontuou o tucano. Petrin frisou que assume o posto com tranquilidade ao lembrar que “desde a transição já vinha acompanhando problema financeiro que a cidade vive”. Sobre a PGV, o secretário falou que, com a emissão dos novos carnês, a prioridade passa a ser a construção de medida que esteja em “sintonia com os anseios da população”.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;