Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 13 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alex destina R$ 14,4 milhões em emendas

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

13/10/2017 | 07:00


O deputado federal Alex Manente (PPS) apresentou R$ 14,47 milhões em emenda à LOA (Lei Orçamentária Anual) do governo federal para as sete cidades do Grande ABC. Os recursos estão vinculados às áreas da Saúde e infraestrutura urbana.

A cidade com maior volume de aporte é São Bernardo, cidade natal de Alex, com R$ 4,67 milhões, sendo R$ 2,67 milhões para o setor de Saúde e o restante para infraestrutura.

“Claro que me considero um deputado do Grande ABC, mas minha base é São Bernardo”, justificou Alex. O popular-socialista declarou que acredita que o prefeito Orlando Morando (PSDB), com quem rivalizou o pleito do ano passado, irá aproveitar o dinheiro. “Sei que a Prefeitura está utilizando emendas que eu encaminhei no ano passado. E eu deixei a destinação em aberto justamente para que ele (Morando) possa utilizar onde achar melhor.”

A segunda cidade com maior cota de emendas de Alex foi São Caetano, administrada atualmente por José Auricchio Júnior (PSDB). São R$ 2 milhões para a Saúde e R$ 700 mil para infraestrutura. Alex e Auricchio são aliados políticos, tanto que o filho do prefeito são-caetanense, Thiago, trabalha na assessoria do popular-socialista na Câmara Federal.

Para Santo André, a destinação é de R$ 2 milhões para a área da Saúde. O prefeito andreense, Paulo Serra (PSDB), também nutre bom relacionamento com Alex. Diadema, de Lauro Michels (PV), será contemplada com R$ 2 milhões – Lauro também é parceiro político do deputado –; Mauá, de Atila Jacomussi (PSB), outro aliado, receberá R$ 2 milhões; e Rio Grande da Serra, do também apoiador Gabriel Maranhão (PSDB), terá direito a R$ 500 mil.

Alex também solicitou recursos para Ribeirão Pires, gerida por Adler Kiko Teixeira (PSB), apesar de o prefeito ribeirão-pirense caminhar em raia de oposição a ele na cidade. Serão R$ 600 mil para Saúde. “Não olho cor partidária na hora de enviar as emendas. Quero ajudar a região como um todo”, alegou.

Na China, deputado mira empréstimos para Mobilidade

Alex Manente (PPS), deputado federal com base no Grande ABC, viajou nesta semana para a China, a convite do governo local, para participar de reuniões com o NBD (Novo Banco de Desenvolvimento), conhecido também como o Banco dos Brics, bloco de países emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia, China e Rússia.

Segundo o popular-socialista, a instituição financeira disponibiliza linhas de financiamento de obras com juros subsidiados para auxílio no desenvolvimento de cidades dessas nações – as taxas giram em torno de 1,1% ao ano de juros, além de carência de cinco anos para início do pagamento das parcelas.

“Antes de viajar, falei com os prefeitos sobre a possibilidade de obter recursos no Banco dos Brics para obras de Mobilidade Urbana. Fui convidado porque presido a comissão do tema na Câmara Federal e pretendo saber de valores e condições para que as cidades do Grande ABC possam ter esse auxílio para as obras. Já me coloquei à disposição dos prefeitos”, afirmou Alex. As reuniões acontecem em Xangai e a comitiva brasileira retorna no dia 22. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alex destina R$ 14,4 milhões em emendas

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

13/10/2017 | 07:00


O deputado federal Alex Manente (PPS) apresentou R$ 14,47 milhões em emenda à LOA (Lei Orçamentária Anual) do governo federal para as sete cidades do Grande ABC. Os recursos estão vinculados às áreas da Saúde e infraestrutura urbana.

A cidade com maior volume de aporte é São Bernardo, cidade natal de Alex, com R$ 4,67 milhões, sendo R$ 2,67 milhões para o setor de Saúde e o restante para infraestrutura.

“Claro que me considero um deputado do Grande ABC, mas minha base é São Bernardo”, justificou Alex. O popular-socialista declarou que acredita que o prefeito Orlando Morando (PSDB), com quem rivalizou o pleito do ano passado, irá aproveitar o dinheiro. “Sei que a Prefeitura está utilizando emendas que eu encaminhei no ano passado. E eu deixei a destinação em aberto justamente para que ele (Morando) possa utilizar onde achar melhor.”

A segunda cidade com maior cota de emendas de Alex foi São Caetano, administrada atualmente por José Auricchio Júnior (PSDB). São R$ 2 milhões para a Saúde e R$ 700 mil para infraestrutura. Alex e Auricchio são aliados políticos, tanto que o filho do prefeito são-caetanense, Thiago, trabalha na assessoria do popular-socialista na Câmara Federal.

Para Santo André, a destinação é de R$ 2 milhões para a área da Saúde. O prefeito andreense, Paulo Serra (PSDB), também nutre bom relacionamento com Alex. Diadema, de Lauro Michels (PV), será contemplada com R$ 2 milhões – Lauro também é parceiro político do deputado –; Mauá, de Atila Jacomussi (PSB), outro aliado, receberá R$ 2 milhões; e Rio Grande da Serra, do também apoiador Gabriel Maranhão (PSDB), terá direito a R$ 500 mil.

Alex também solicitou recursos para Ribeirão Pires, gerida por Adler Kiko Teixeira (PSB), apesar de o prefeito ribeirão-pirense caminhar em raia de oposição a ele na cidade. Serão R$ 600 mil para Saúde. “Não olho cor partidária na hora de enviar as emendas. Quero ajudar a região como um todo”, alegou.

Na China, deputado mira empréstimos para Mobilidade

Alex Manente (PPS), deputado federal com base no Grande ABC, viajou nesta semana para a China, a convite do governo local, para participar de reuniões com o NBD (Novo Banco de Desenvolvimento), conhecido também como o Banco dos Brics, bloco de países emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia, China e Rússia.

Segundo o popular-socialista, a instituição financeira disponibiliza linhas de financiamento de obras com juros subsidiados para auxílio no desenvolvimento de cidades dessas nações – as taxas giram em torno de 1,1% ao ano de juros, além de carência de cinco anos para início do pagamento das parcelas.

“Antes de viajar, falei com os prefeitos sobre a possibilidade de obter recursos no Banco dos Brics para obras de Mobilidade Urbana. Fui convidado porque presido a comissão do tema na Câmara Federal e pretendo saber de valores e condições para que as cidades do Grande ABC possam ter esse auxílio para as obras. Já me coloquei à disposição dos prefeitos”, afirmou Alex. As reuniões acontecem em Xangai e a comitiva brasileira retorna no dia 22. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;