Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ex-atleta da seleção argentina admite trapaça na Copa de 1990


Do Diário OnLine
Com Agências

22/01/2005 | 14:58


Uma nova declaração de um ex-jogador da seleção argentina vice-campeã mundial em 1990 reacendeu a polêmica sobre a partida contra o Brasil, pelas oitavas-de-final do torneio. O meia Basualdo confirmou em entrevista à imprensa de seu país que a água oferecida pelo massagista Miguel di Lorenzo aos brasileiros estava adulterada.

De acordo com Basualdo, os jogadores argentinos se aproximaram do massagista para beber água e Lorenzo disse que eles não podiam beber daquela garrafa, que foi oferecida ao lateral brasileiro Branco. Os argentinos haviam misturado tranqüilizantes na água.

O meia lembra de ter visto Branco reclamando de estar com as pernas pesadas. O atleta brasileiro declarou depois do jogo, vencido pela argentina, que se sentiu tonto e levantou a acusação de que teria sido dopado, mas o incidente não foi levado a sério e acabou não investigado.

Apesar da confissão, Basualdo disse não ver gravidade no caso. Ele destacou que a água com tranqüilizantes "não matou ninguém" e afirmou que os jogadores argentinos riram da situação. Para o meia, o mais importante foi eliminar o Brasil da Copa do Mundo.

A polêmica foi reacendida após declarações de Diego Maradona, que em dezembro contou rindo à TV argentina que "alguém dissolveu" calmante na água bebida por Branco, e do treinador Carlos Bilardo, que comandou a Argentina em 1990 e não negou a trapaça em entrevista recente a uma revista do país.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) estuda pedir que a Fifa investigue as denúncias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;