Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Cruzeiro vence Atlético-PR na reta final da Sul-Minas


Edélcio Cândido
Com Agências

05/05/2002 | 22:21


O Cruzeiro se valorizou e saiu na frente pela acirrada disputa do título da Copa Sul-Minas. A equipe mineira venceu o Atlético Paranaense por 2 a 1, neste domingo à tarde, no Estádio Joaquim Américo, em Curitiba, na primeira partida da decisão. Para chegar ao resultado positivo, o time mineiro teve que encarar muita pressão antes e depois do jogo, principalmente por parte da torcida da casa.

Os gols saíram no segundo tempo com Edison, aos 13 minutos; Fábio Júnior, aos 20, e Alex Mineiro aos 41. Com um futebol de muita marcação e criatividade, o time mineiro não deu trégua para o inimigo. Mesmo quando era atacado, o Cruzeiro saía em contragolpes perigosos, sempre pelas extremas, deixando a defesa rival em sérias dificuldades.

O Atlético assustou o goleiro Jefferson com chutes de Kléberson aos 8 e Kleber aos 13 minutos. Aos 18, Kléberson acertou um chute no travessão, a bola bateu nas costas de Jefferson e não entrou. No final do primeiro tempo, o técnico Marco Aurélio foi expulso após invadir o gramado para reclamar da expulsão do meia Vander.

O Atlético não aproveitou essa vantagem e perdeu o zagueiro Wellington Paulo aos 12 minutos, após cometer pênalti em Edílson. Ele mesmo cobrou e marcou o primeiro gol mineiro. Aos 20 minutos, Edílson invadiu a área e tocou para Fábio Júnior ampliar. A pressão atleticana aumentou e Alex Mineiro descontou aos 41, após cobrança de pênalti de Ricardinho em Ilan, que ainda perderia um gol ao 47 minutos, depois de uma boa trama de todo o ataque.

Expectativa – A segunda partida acontece no próximo domingo, no Mineirão, com grande expectativa em Belo Horizonte (MG). O Cruzeiro pode perder por até um gol de diferença para ser bicampeão da Sul-Minas. A diretoria cruzeirense já começa a preparar o clima – venda de ingressos começa já nesta terça – para a grande final e todos acreditam que o time mineiro levantará a taça.

O Atlético acabou decepcionando a torcida e jogou com Flávio; Wellington Paulo, Cocito (Igor) e Rogério Corrêa; Alessandro, Flávio Luis (Reginaldo Vital), Kléberson, Adriano e Fabiano; Alex Mineiro e Kléber (Ilan). O Cruzeiro com Jefferson; Maicon, Luisão, Marcelo Batatais e Sorín; Fernando Miguel, Ricardinho, Vander e Jussiê (Augusto Recife); Fábio Júnior (Lúcio) e Edílson. O juiz foi Paulo César Oliveira (SP).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cruzeiro vence Atlético-PR na reta final da Sul-Minas

Edélcio Cândido
Com Agências

05/05/2002 | 22:21


O Cruzeiro se valorizou e saiu na frente pela acirrada disputa do título da Copa Sul-Minas. A equipe mineira venceu o Atlético Paranaense por 2 a 1, neste domingo à tarde, no Estádio Joaquim Américo, em Curitiba, na primeira partida da decisão. Para chegar ao resultado positivo, o time mineiro teve que encarar muita pressão antes e depois do jogo, principalmente por parte da torcida da casa.

Os gols saíram no segundo tempo com Edison, aos 13 minutos; Fábio Júnior, aos 20, e Alex Mineiro aos 41. Com um futebol de muita marcação e criatividade, o time mineiro não deu trégua para o inimigo. Mesmo quando era atacado, o Cruzeiro saía em contragolpes perigosos, sempre pelas extremas, deixando a defesa rival em sérias dificuldades.

O Atlético assustou o goleiro Jefferson com chutes de Kléberson aos 8 e Kleber aos 13 minutos. Aos 18, Kléberson acertou um chute no travessão, a bola bateu nas costas de Jefferson e não entrou. No final do primeiro tempo, o técnico Marco Aurélio foi expulso após invadir o gramado para reclamar da expulsão do meia Vander.

O Atlético não aproveitou essa vantagem e perdeu o zagueiro Wellington Paulo aos 12 minutos, após cometer pênalti em Edílson. Ele mesmo cobrou e marcou o primeiro gol mineiro. Aos 20 minutos, Edílson invadiu a área e tocou para Fábio Júnior ampliar. A pressão atleticana aumentou e Alex Mineiro descontou aos 41, após cobrança de pênalti de Ricardinho em Ilan, que ainda perderia um gol ao 47 minutos, depois de uma boa trama de todo o ataque.

Expectativa – A segunda partida acontece no próximo domingo, no Mineirão, com grande expectativa em Belo Horizonte (MG). O Cruzeiro pode perder por até um gol de diferença para ser bicampeão da Sul-Minas. A diretoria cruzeirense já começa a preparar o clima – venda de ingressos começa já nesta terça – para a grande final e todos acreditam que o time mineiro levantará a taça.

O Atlético acabou decepcionando a torcida e jogou com Flávio; Wellington Paulo, Cocito (Igor) e Rogério Corrêa; Alessandro, Flávio Luis (Reginaldo Vital), Kléberson, Adriano e Fabiano; Alex Mineiro e Kléber (Ilan). O Cruzeiro com Jefferson; Maicon, Luisão, Marcelo Batatais e Sorín; Fernando Miguel, Ricardinho, Vander e Jussiê (Augusto Recife); Fábio Júnior (Lúcio) e Edílson. O juiz foi Paulo César Oliveira (SP).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;