Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras tenta garantir invencibilidade e classificação



21/03/2009 | 07:00


Com 11 vitórias e três empates em 14 partidas disputadas, o Palmeiras está muito perto de garantir a classificação antecipada para as semifinais do Campeonato Paulista. Por isso, poderia sofrer um relaxamento natural nas últimas rodadas. Mas os palmeirenses entram em campo hoje, para enfrentar o Guaratinguetá, a partir das 19h10, no Estádio Dario Rodrigues Leite, dispostos a manter a invencibilidade no campeonato, sem, no entanto, transformar isso em uma obsessão.

O discurso do técnico Vanderlei Luxemburgo para a imprensa e para os jogadores é que derrotas podem acontecer, são normais, principalmente quando não se tem sua dupla de ataque titular, como acontecerá no jogo deste sábado - Keirrison e Willians estão suspensos. Por isso mesmo, ele não quer que os substitutos Lenny e Ortigoza entrem em campo pressionados.

"Mas a história será diferente depois que nos classificarmos", disse Luxemburgo. "Aí, se ainda estivermos invictos, passará a se tornar quase uma obrigação não perder nas semifinais e finais para ser campeão", explicou o treinador, que já conquistou o Paulistão oito vezes na carreira, mas nunca de forma invicta. "Naquela campanha de 1996, tivemos só uma derrota, para o Guarani", lembrou.

O último campeão paulista invicto foi justamente o Palmeiras, em 1972 - tempos da Academia de Leão, Luís Pereira, Dudu, Ademir da Guia e Leivinha. A referência histórica é muito forte, mas Luxemburgo adverte que os tempos são outros.

Contando semifinais e finais, seriam nove jogos pela frente para uma conquista perfeita, sem derrotas. "É claro que seria ótimo ser campeão invicto, mas hoje em dia é complicado. Não é fácil conseguir isso", admitiu o treinador.

O treinador do Palmeiras citou a antiga Taça dos Invictos, criada pelo extinto jornal A Gazeta Esportiva na metade do século passado. "Era algo bacana ver a luta dos times para se manterem invictos, mas não trabalhamos visando esse objetivo. Antes, é preciso classificar em primeiro e depois buscar o título", avisou Luxemburgo.

"O importante é não perder o foco e lutar para garantir o primeiro posto, que nos dará vantagem na fase final", lembrou Luxemburgo, que terá força máxima neste sábado - com exceção dos suspensos Willians e Keirrison e também do contundido Fabinho Capixaba, que dá lugar a Wendel na lateral-direita. "Mas é claro que vamos aproveitar estes próximos jogos para fazer alguns testes", concluiu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;