Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Policiais prendem quadrilha acusada de seqüestros


Christiano Carvalho
Da Redaçao

07/07/2000 | 00:53


  Policiais civis do 5º Distrito Policial de Santo André prenderam nesta quinta Márcio da Silva Martins, 22 anos, e os adolescentes C.L., 17 anos, e J.F.N., 17 anos, acusados de integrar uma quadrilha especializada na prática de sequestros relâmpagos. Só nesta quinta o grupo fez três vítimas. Elas ficavam em uma casa em construçao na Fazenda da Juta, na divisa entre Santo André e Sao Paulo, usada como cativeiro, enquanto outros assaltantes saíam para fazer saques em caixas eletrônicos com o cartao do banco.

De acordo com o investigador Carlos Eduardo Brizola, os dois menores foram presos em um bar próximo ao cativeiro depois que uma das vítimas indicou o local. "C.L. e J.F.N. se comportaram de forma suspeita ao perceber a nossa presença."

Horas depois os investigadores conseguiram prender Márcio por meio de informaçoes de denúncias anônimas. Na casa dele foram encontrados dois revólveres calibre 38 - um deles com numeraçao raspada, que teria sido usados nos assaltos.

O gerente comercial S.M.J., 31 anos, havia sido abordado em seu Audi preto, às 7h30 desta quinta, na avenida Rio das Pedras, Jardim Aricanduva, Sao Paulo, e levado ao cativeiro, onde ficou por seis horas. O gerente comercial afirmou que os ladroes se revezavam no local e, em certo momento, chegou a ver 10 homens. Ele perdeu o talao de cheques e R$100.

Por volta das 11h30, M.B. foi seqüestrado pelos assaltantes em seu Santana vermelho na avenida Costa e Silva, Parque Novo Oratório, em Santo André. Ele foi levado à mesma casa em que S. estava. De posse do cartao magnético do banco de M., alguns integrantes do bando retiraram R$500 de sua conta.

O estudante R.C.L.A. também foi vítima da mesma quadrilha. As 12h30, ele foi rendido em seu Santana vermelho na rua Petrogrado, também no Parque Novo Oratório. No cativeiro, R. levou um chute na boca e ficou sob a mira de uma arma enquanto um dos criminosos fazia roleta russa. Nada foi levado dele. Nenhum dos veículos foi roubado pelo grupo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;