Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Justiça encaminha denúncias ao MP

Ricardo Trida/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Órgão investigará supostas irregularidades no
processo de contratação emergencial da Suzantur


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

05/10/2016 | 07:00


 A Justiça de São Paulo encaminhou para o Ministério Público as denúncias feitas pelo advogado e presidente do DEM de Santo André, Fernando Marangoni, sobre possíveis irregularidades no processo de contratação emergencial aberto pelo Paço andreense no fim do mês passado para selecionar empresa de ônibus que irá substituir os serviços prestados atualmente pela Expresso Guarará. Caso o órgão julgue pertinente a recomendação feita pelo juiz Genilson Rodrigues Carreiro, da 1ª Vara da Fazenda Pública do município, o MP deverá instaurar, nos próximos dias, processo investigativo para apurar se a administração municipal usou o certame para fins políticos, conforme citado pela acusação.

Na sentença emitida por Carreiro, na segunda-feira, embora o magistrado não tenha aceitado o mandado de segurança requerido por Marangoni, cujo objetivo era a suspensão da contratação emergencial, o juiz solicitou a “imediata ciência do Ministério Público” sobre as acusações de possíveis irregularidades no processo, “a fim de que (o órgão) avalie a situação e adote as providências que entender cabíveis.”

Em sua justificativa, o magistrado argumentou sua recomendação para o Ministério Público investigar o caso em dois pontos. O primeiro destacou a “prestação de serviço público de natureza essencial, cuja interrupção pode afetar milhares de munícipes” e o segundo sobre a “notícia de possível irregularidade no procedimento de contratação emergencial da empresa a ser escolhida”.

Aberto pela Prefeitura no dia 28 de setembro, o processo de contratação emergencial que selecionou, na segunda-feira, a Suzantur como empresa que irá substituir a Expresso Guarará a partir da 0h de sábado na operação de 15 linhas de ônibus na região da Vila Luzita, soma quatro questionamentos na Justiça. Os processos abertos por representantes do DEM e também pelo candidato a prefeito de Santo André, Paulinho Serra (PSDB), pedem a suspensão do certame em virtude de eventuais ilegalidades e improbidades administrativas cometidas por Carlos Grana. Em todos os processos, os requerentes também questionam possíveis fraudes. A principal delas seria a de que a Suzantur já era dada como ganhadora da contratação emergencial antes mesmo de o Paço finalizar o certame.

Na noite de ontem, em atividade de campanha com militantes e partidos aliados, Grana voltou a afirmar que “a Guarará anunciou o fim das atividades faltando dois dias da eleição. A muito custo convencemos de estender uma semana a mais. Estão boicotando, tentando parar de qualquer jeito”, disse, sem mencionar nomes.

Proprietária da Bus Fácil se torna sócia da Suzantur antes do certame

Mirtes Donizeti Campos, sócia-proprietária da Bus Fácil Tecnologia e Serviços Ltda, empresa responsável pelo serviço de bilhetagem eletrônica de Mauá, desde a saída conturbada da PK9 Tecnologia e Serviços Ltda, tornou-se, no dia 6 de setembro, uma das diretoras da Suzantur, empresa que irá substituir a partir de sábado Expresso Guarará, em Santo André.

 

A empresária, que já trabalha com Claudinei Brogliato, dono da Suzantur, desde 2014 na Bus Fácil, período em que a empresa assumiu a operação de linhas municipais em Mauá, tornou-se sócia-proprietária da viação um mês antes de a companhia ganhar o contrato emergencial de Santo André sem qualquer explicação de seus diretores.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;