Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Roubo de carga cresce na região


Rodrigo Cipriano
Do Diário do Grande ABC

22/09/2005 | 08:19


O roubo de carga voltou a crescer no Grande ABC. Entre janeiro e julho deste ano foram registrados 90 casos. O levantamento não é oficial e foi feito pelo Setcesp (Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo e Região). O sindicato compara a média mensal de roubos de carga em 2004, que é de 12 ocorrências, contra 15 do primeiro semestre deste ano. O Setcesp tem a comparação do primeiro semestre do ano passado e deste ano.

O aumento vai no contrafluxo da tendência que vinha sendo registrada na região desde 2003, quando o número de roubos de carga caiu em 26%. Entre as sete cidades do Grande ABC, as maiores altas foram registradas em Diadema e Santo André (confira tabela ao lado). Procurada pela reportagem, a polícia de Diadema não se pronunciou sobre o aumento de roubos até o fechamento da edição.

Em Santo André, o delegado seccional Luiz Alberto Ferreira de Souza admitiu o problema. Para tentar brecar a alta, o delegado encomendou ao setor de inteligência da seccional um estudo sobre o perfil dos crimes ocorridos na cidade. "Temos de saber como esses casos ocorrem. Quais são os pontos críticos. Às vezes, a vítima é abordada em outra cidade e abandonada aqui em Santo André, ou vice-versa. Temos que excluir essas distorções", afirma o delegado. O levantamento deve ser concluído até dia 19, quando haverá uma reunião entre a cúpula das polícias do Estado.

O crescimento do roubo de carga no Grande ABC segue a mesma tendência registrada no restante do Estado, que nesse primeiro semestre teve média mensal de 226 casos contra média de 211 ocorrências por mês durante todo 2004.

O sindicato diz que o prejuízo das transportadoras com os assaltos foi R$ 112 milhões nos seis primeiros meses do ano. No período, as cargas mais visadas pelos criminosos foram de alimentos, farmacêuticos e eletroeletrônicos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;