Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com moto nova, piloto de Mauá tenta retomar vitórias em Cascavel


Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

22/05/2005 | 10:47


O tricampeão brasileiro de motovelocidade na categoria Supersport (600cc), Gílson Scudeler, de Mauá, tenta hoje a sua primeira vitória na temporada 2005. Ele corre em Cascavel (PR), onde será disputada a segunda etapa do Campeonato Nacional. Para esta prova, ele contará com uma aliada mais que especial, estará estreando uma nova moto.

Esta será a primeira vez que Scud competirá com uma moto do ano. Suas três conquistas anteriores foram obtidas com uma Kawasaki 2001, defasada em relação ao equipamento de seus concorrentes, mas que mesmo assim lhe renderam os títulos de 2002, 2003 e 2004.

Para se adaptar à nova moto, um ZX6RR, Scud seguiu para a pista paranaense no início da semana, e lá realizou vários testes com o novo equipamento. “Não vamos ter 100% do nosso potencial técnico, mas a chance de sair daqui com uma vitória é grande”, garante o piloto.

Ano passado, Cascavel recebeu a terceira etapa do Brasileiro de Motovelocidade, e Scud venceu de ponta a ponta, conquistando a terceira vitória consecutiva. Depois, pôde administrar os resultados nas demais cinco corridas da temporada até chegar ao título.

Este ano, as coisas não andam tão bem. Na primeira prova do ano, realizada em São Paulo, o piloto mauaense foi vítima de uma verdadeira onda de azar. Nos treinos do sábado, sofreu uma queda espetacular, o que danificou sua moto. Na corrida, deu adeus à chance de vencer quando um pneu de sua moto furou.

Pista Lisa – Se a moto nova gera expectativas, as condições climáticas dificultam. Durante a semana o sol deu as caras, entretanto, os treinos livres de sexta-feira e classificatórios de sábado foram realizados sob chuva. Porém, a meteorologia garante que haverá tempo bom hoje na hora da corrida. “O acerto para chuva muda completamente a moto. Vamos ter de trabalhar dobrado para obtermos bons resultados”, ressalta o piloto.

Classificação – O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade é disputado em quatro categorias. Na 125cc, a paulista Ana Lima, a Japonezinha Voadora está em primeiro lugar. Na 250cc, o líder é Felipe Garcia, do Distrito Federal. Alecsandre Brieda (SP) é o líder na 500c e o carioca Luiz Carlos Pinto da Silva Neto, de apenas 14 anos, é o melhor piloto da Supersport.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;