Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Pneu calibrado reduz consumo de combustível

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Paula Cabrera
Do Diário do Grande ABC

29/03/2010 | 07:01


Em tempos de preços altos nos combustíveis, dicas básicas podem ajudar o consumidor a economizar no orçamento. Manter boa calibragem dos pneus é uma delas. Cada libra abaixo da pressão exigida significa consumo de 0,2% a mais no combustível. Nesse caso, se o motorista utilizar um tanque de gasolina por semana, no fim do ano terá utilizado 4,32 litros a mais no veículo, e gasto em média, R$ 10,54 superior ao que teria se tomasse os cuidados básicos.

Levantamento da Bridgstone aponta que um em cada três motoristas dirige habitualmente com baixa pressão em pelo menos um dos pneus de seu carro. Como consequência, a cada ano, os motoristas desperdiçam 660 milhões de litros de combustível, o equivalente a US$ 645 milhões.

O gerente de engenharia de vendas da Bridgstone, José Carlos Quadrelle, atesta que além do consumo superior, a falta de cuidado resulta também na depreciação do pneu antes do previsto. "Vamos supor que você esteja 3 libras abaixo do esperado, isso significa 0,6% (R$ 31 no ano) mais gasolina no seu carro. São valores pequenos, mas somados ao longo do tempo, se torna maior e pesa no bolso."

A quantidade de ar necessária varia de acordo com cada veículo, mas Quadrelle explica que não é complicado descobrir quanto é preciso em cada automóvel. "Essas informações estão disponíveis na tampa do tanque de gasolina, no motor e também nos manuais dos carros zero-quilômetro".

O engenheiro mecânico Rubens Venosa tem uma teoria simples para explicar o aumento nos gastos. "É como carrinho de mão do pedreiro. Se ele está cheio e com pneu vazio, é preciso mais força para movimentá-lo. O mesmo ocorre com o automóvel. Pneu murcho exige mais potência do motor para velocidade e com isso, acelera mais e gasta mais combustível."

Para evitar problemas, o engenheiro recomenda que motoristas façam a calibragem a cada duas enchidas de tanque. "O ideal é encher a cada 600 a 800 quilômetros e não esquecer de calibrar o estepe. Nele, é recomendado pressão mais alta porque se verifica muito menos. O melhor é enchê-lo com 40 até 45 libras porque será usado em trajeto muito curto. Com isso, ele pode ficar seis meses sem uso e ainda continuar cheio", diz.

Para os espertinhos que usam mais calibragem do que o necessário para evitar idas ao posto, Venosa alerta que a maior pressão do que o necessário compromete pneus tanto quanto a baixa calibragem. "Além disso, pneu muito cheio em chuva faz o carro derrapar", completa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;