Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Governo tenta amenizar repercussão de novas denúncias


Do Diário OnLine

21/05/2001 | 12:27


A base governista começa a semana com uma missão nada fácil. Tentará amenizar as repercussões em torno das denúncias de que o ex-presidente do Banco Central Francisco Lopes teria vendido informações privilegiadas a banqueiros na época da desvalorização cambial. Os líderes governistas querem impedir que a denúncia, publicada pela revista Veja, seja um novo impulso para a criação da CPI da Corrupção, cujo requerimento já conta com 22 assinaturas no Senado.

Três senadores do PPS declararam apoio à CPI, o que, portanto, deixaria a oposição perto da instalação da comissão, precisando de apenas mais duas assinaturas para completar o número regimental necessário da lista.

Outro assunto que movimenta o Congresso é a votação, nesta quarta-feira, do relatório do senador Roberto Saturnino Braga (PSB-RJ), pedindo a cassação dos senadores Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) e José Roberto Arruda (sem partido-DF) pela violação no painel eletrônico do Senado. Os partidários do ex-presidente do Senado querem abrandar a pena, trocando a cassação pela suspensão do mandato por 90 dias.

O governo tentará ainda nesta semana aprovar a autorização para o empréstimo do Bird no valor de US$ 757 milhões e dar início à discussão do projeto que altera a lei das sociedades por ações, a chamada lei das S.ª



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;