Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Centro de Solidariedade tem 486 vagas na região


William Glauber
Do Diário do Grande ABC

02/12/2005 | 08:24


O Centro de Solidariedade ao Trabalhador da Força Sindical está com processos de seleção abertos para o preenchimento de 486 postos de trabalho no Grande ABC. Os principais empregadores são do comércio e redes supermercadistas, e as vagas estão distribuídas entre Santo André (198), São Caetano (167), São Bernardo (65), Diadema (44) e Mauá (12).

Nesta semana, os centros de atendimento selecionam trabalhadores para ocupar 122 postos efetivos no Carrefour. Dessas vagas, 66 ainda aguardam profissionais para preenchimento de pré-requisitos. As funções de acougueiro, confeiteiro, padeiro, peixeiro e cartazeiro estão com baixa procura.

“Todo ano é assim em novembro e dezembro: temos dificuldade para encontrar candidatos adequados para algumas vagas”, diz o gerente do posto de atendimento do Centro de Solidariedade da Força, em Santo André.

Vacari conta que, há duas semanas, foram abertas mais de mil vagas para operadores de telemarketing na região. No entanto, ainda estão disponíveis 150 postos. “Operador de telemarketing ativo exige experiência, e isso complica.”

A maior parte das oportunidades é de trabalho temporário, representando 70% do total de vagas. Esses empregos têm contratos de trabalho com duração média de 45 a 60 dias, segundo informações da gerência do posto de atendimento de Santo André. O término da seleção leva, em média duas semanas.

Serviço

Santo André: Rua Dona Gertrudes de Lima, 202, Centro;

Diadema: Rua Antonio Dias Adorno, 780, Vila Nogueira.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;