Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Destinos para visitar em 2016

Fernando de Noronha, arquipélago em Pernambuco, é um dos lugares mais procurados pelos turistas, tendência que deve continuar no próximo ano, assim como outros locais do Brasil. Confira quais são os queridinhos.


Marcela Munhoz

24/12/2015 | 07:00


Se tem uma coisa que o ser humano gosta de fazer e de ler essa coisa é lista. Faz lista para tudo. Por que não, então, listar os destinos que devem ser os mais procurados em 2016? Foi o que o Skyscanner, um site buscador de passagens aéreas, hotéis e aluguel de carro, divulgou. De acordo com levantamento baseado em milhões de pesquisas domésticas e internacionais dos últimos quatro anos, o site chegou a cinco locais que tiveram aumento de procura, o que deve se repetir no ano que está chegando. São eles: Fernando de Noronha, no topo da lista, com 78% das buscas, seguido pelo litoral de Santa Catarina (44%), o Sul da Bahia (24%), Bonito, no Mato Grosso do Sul (20%), e Rio de Janeiro (17%).

Os números reforçam dados do Ministério do Turismo que mostram que, entre os brasileiros que pretendem viajar nos próximos seis meses, 84,1% o farão para destinos domésticos. “O litoral, de uma maneira geral, é de longe para onde o brasileiro mais gosta de viajar. Apostamos que em 2016 ele seja bastante explorado por quem vive no Brasil e também pelos estrangeiros. O Rio de Janeiro, por conta dos Jogos Olímpicos, vai ajudar muito nisso”, explica José Francisco de Salles Lopes, diretor de departamento de estudos e pesquisas do Ministério do Turismo.

Bonito, Rio de Janeiro e os litorais Sul da Bahia e de Santa Catarina também aparecem em levantamento de tendências para destinos nacionais feitos pela CVC. Na lista da empresa, porém, aparecem outros nomes como Jericoacoara (Ceará), Cabo de Santo Agostinho (Pernambuco) e Minas Gerais (mais especificamente Belo Horizonte, região serrana e Inhotim). A CVC também listou os países que mais devem aparecer na wish list dos brasileiros em 2016. Argentina (El Calafate e Ushuaia), África do Sul, Marrocos, Tailândia, Curaçao, Barbados e Panamá se destacam. A explicação? Segundo a CVC, é porque em muitos desses países o real ainda é mais valorizado, fazendo com que custo- benefício da viagem fique bem atrativo.

A INCRÍVEL NORONHA
Nem o recente ataque de um tubarão a um turista na Baía do Sueste, em Fernando de Noronha, deve espantar os turistas. Muitos sonham há anos conhecer o arquipélago pernambucano. Não à tôa que o destino aparece no topo da lista da maioria das pesquisas de intenção de viagem nacional. E 2015 bateu recorde. Segundo dados da administração geral da Ilha, a expectativa é que até o último dia de dezembro, o local tenha recebido cerca de 83 mil visitantes – a média anual para a região é de 60 mil turistas por ano. A alta do dólar e campanhas como a Mais Noronha e a Noronha Te Espera possivelmente alavancaram a procura.

Talvez a questão de o arquipélago poder receber apenas 246 visitantes por dia ainda aguce mais o desejo de visita. O problema é que tudo isso acaba encarecendo o pacote. Só para ficar no arquipélago, cada turista precisa pagar taxas obrigatórias de R$ 51,40 por dia e por pessoa, além de R$ 81 (para brasileiros) ou R$ 162 (para estrangeiros) para entrar na área do Parque Nacional Marinho, valendo por dez dias. Pode somar aí mais de R$ 4.500 por pessoa durante uma semana.

RIO DE JANEIRO

O Rio de Janeiro será capital do esporte em 2016, quando recebe os Jogos Olímpicos, em agosto. Em razão disso, a Cidade Maravilhosa se prepara nos mais diversos setores para receber atletas e turistas do mundo todo. A gama de atrações oferecidas na capital fluminense – Copacabana, o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar são paradas obrigatórias, bem como os bares na Lapa e o Estádio do Maracanã – e também por diversas outras localidades no Estado – as praias de Búzios, Paraty e Angra dos Reis, além da Região Serrana próxima a Petrópolis – são de encher os olhos. Voos diários chegam dos mais variados lugares do planeta, mas visitantes também se deslocam por terra e até pelo mar. Para os menos afortunados, na alta temporada é possível encontrar diárias em hostels a partir de R$ 70. Os preços vão até R$ 1.300 em acomodações com mais requinte.

BONITO
O contato com a natureza leva a Bonito, em média, 200 mil visitantes por ano. E em 2016 o número pode aumentar por conta da Adventure Week, em abril, uma semana destinada ao ecoturismo e ao turismo de aventura. A cidade sul-mato-grossense tem as paisagens naturais como principal chamariz, oferecendo mergulhos em rios de águas cristalinas, idas a cachoeiras, grutas e cavernas, tudo isso em meio a muito verde preservado – motivo que faz diversos passeios terem limite de visitas diárias. Os preços para hospedagem vão de R$ 130 e R$ 650.

LITORAL CATARINENSE
Balneário Camboriú e Florianópolis ficam absolutamente lotados, especialmente no verão. Os números mostram que os locais estão mesmo no roteiro de brasileiros e também de turistas da América do Sul, como Argentina, Uruguai, Chile e Paraguai. Há voos diários e de várias companhias aéreas para o aeroporto de Navegantes. Além das lindas praias do Balneário, como Bombinhas, e Brava, em Floripa. Perto de Camboriú também tem o Beto Carreiro World, um dos maiores parques temáticos da América Latina e também a charmosa Blumenau. Há redes de hotéis, pousadas e hostels para todos os gostos e bolsos nos dois destinos. Em Florianópolis há acomodações a partir de R$ 50. Em Balneário, o Ibis Style, por exemplo, é lindo e custa a partir de R$ 300. Vale a pena visitar.

SUL DA BAHIA
Os primeiros passos de Pedro Álvares Cabral no Brasil não poderiam ter sido em lugar melhor e mais belo. A convidativa Costa do Descobrimento, no Sul da Bahia, envolve as cidades de Porto Seguro, Arraial d’Ajuda, Santa Cruz Cabrália – onde fica a convidativa Vila de Santo André –, Trancoso, Caraíva, Prado, Caravelas e Cumuruxatiba. Para quem é fã de cultura, a região conta o início da história do País, desde o contato com os índios até a parte religiosa. Praias, Baías, recifes de corais, manguezais e rios navegáveis compõem a paisagem e atraem adeptos do turismo de aventura e ecoturismo. Com aeroporto estruturado em Porto Seguro, é possível se hospedar por valores entre R$ 55 e R$ 1.700.

CURAÇAO
O mar azul-turquesa é sempre convidativo. E tal coloração é facilmente encontrada em todo o Caribe. A ilha de Curaçao é uma das preferidas pelos brasileiros, especialmente em lua de mel, que aproveitam a viagem para fazer uma visitinha a Aruba, outro local encantador. Diferentemente da vizinha agitada, Curaçao é bem mais tranquila, perfeita para diminuir o nível de estresse a zero. Willemstad está dividida em Otrobanda e Punda, e quem faz a ligação entre as duas é uma ponte flutuante, parada obrigatória. Não deixe de passar o dia no Sea Aquarium e ir a Blue Bay e Kenepa Grandi. Há voos diários e diversos para Aruba. De lá, um avião menor leva a Curaçao.

MARROCOS
A exótica Marrocos, que ficou bem conhecida no Brasil depois da exibição da novela O Clone, é bem requisitada pelos brasileiros. Quem gosta de gastronomia, então, faz a festa com a variada cartela de cores e sabores dos alimentos vendidos por lá. Outros atrativos ficam por conta das belas mesquitas, lindas paisagens e pela cultura única. Até a tradicional pechincha praticada nos mercados faz a viagem ser inesquecível. Há várias festas e festivais tradicionais de Marrocos, portanto, a dica é programar a viagem durante esses eventos. Em março, por exemplo, acontece o Festival do Algodão, em maio um festival de jazz, em junho o destaque é o do folclore, em setembro ocorre a quinzena do turismo e em outubro é tradição o festival das fantasias. E sim. Há voos diretos entre Brasil e Marrocos. É só escolher.

ÁFRICA DO SUL
Destino que proporciona experiências diversas aos turistas, a África do Sul tem muito mais do que savanas, safáris, reservas, parques e, sobretudo, animais. É certo que a vida selvagem chama muita atenção, mas fãs de vinhos, cultura e esportes de aventura têm muito o que descobrir por lá. Mochileiros têm opções de hospedagem a partir de R$ 76. Já quem busca experiência única, em hotel de luxo em meio a um safári, pode pagar até R$ 2.400 a diária.

BUENOS AIRES
A terra de Evita, do tango e de Quino, pai da ácida e fofa Mafalda, já caiu no gosto do brasileiros há alguns anos. Tanto que é muito fácil esbarrar com gente do nosso País por lá. É que realmente Buenos Aires é uma delícia de visitar. A cidade recebe muito bem os turistas e oferece atrações para todo tipo de gente. Os shows de tango, a visita pelo Estádio La Bombonera, os deliciosos barzinhos e restaurantes em Puerto Madero e, claro, o inesquecível doce vauquita fazem qualquer brasileiro se render aos hermanos. Quem gosta de turismo urbano vai ficar apaixonado pela enorme Avenida 9 de Julio, que abriga o Teatro Colón. Quem ainda não foi está perdendo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;