Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Tourette vai muito além do entretenimento

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Banda independente de rock com nomes
da região e São Paulo lança disco de estreia


Vinícius Castelli

08/09/2015 | 07:00


 Riffs contagiantes e pesados de guitarra, bateria que anda lado a lado com as harmonias de contrabaixo e a força e beleza da voz do paulistano Massimo Spalla. Tudo isso está na receita sonora da banda Tourette, que conta ainda com o baterista Anselmo Santos, também de São Paulo, e com outros três músicos do Grande ABC: Vini Costa e Hugão (guitarras) e Fernando Dias (contrabaixo).

Nome que caminha no cenário independente, a Tourette aposta em cancioneiro rock que carrega diversas influências, desde temperos de bandas como System of a Down e Stone Sour, a coisas mais veteranas como Led Zeppelin, e coloca no mercado seu disco de estreia, Out Of Control (R$ 10, em média). Além do CD, o álbum pode ser adquirido em plataformas digitais, como iTunes. É possível ouvir as faixas no site www.tourette.com.br.

Recheado por dez canções autorais cantadas em inglês, Out Of Control tem produção de ‘banda grande’ e riqueza de arranjos sonoros. Mas o som pesado do conjunto – que participou do Festival de Cultura e Arte do Diário deste ano – vai além de entreter e fazer o público balançar a cabeça com suas batidas certeiras. O nome da banda remete a uma síndrome, a de Tourette – distúrbio neuropsiquiátrico caracterizado por múltiplos tiques, vocais ou motores, que persistem por mais de um ano e, muitas vezes, se instalam na infância.

A ideia, segundo Spalla, surgiu acerca dos pontos de fraqueza do ser humano, “de como cada um tem um ponto onde perde o controle, faz o que não gostaria de fazer, diz o que não gostaria de dizer.”

Conceitual, o disco explora todo o tipo de conflito que alguém pode ter, seja psicológico, emocional, religioso ou social. “Os assuntos abordados têm maior foco no que se passa dentro da mente das pessoas e o conflito que elas têm com elas mesmas, porém, existe também uma abordagem externa, onde ilustramos, por exemplo, vivência de paixões e obsessões, tristeza e desespero causados por perdas, e as consequências catastróficas do fanatismo religioso”, diz.

E tudo isso é mostrado em faixas como Fireball, que carrega agonia, e Liar – tema que ganhará videoclipe. Out Of Control também tem seus momentos libertadores e de explosão de energia como em Reason. Já Prisoner, com violões e coro, é carregada de singeleza e um dos pontos altos da obra. “Estamos animados com tudo o que tem acontecido e otimistas com os próximos passos. Continuamos na batalha e felizes por estarmos fazendo o que amamos”, encerra o artista Spalla.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tourette vai muito além do entretenimento

Banda independente de rock com nomes
da região e São Paulo lança disco de estreia

Vinícius Castelli

08/09/2015 | 07:00


 Riffs contagiantes e pesados de guitarra, bateria que anda lado a lado com as harmonias de contrabaixo e a força e beleza da voz do paulistano Massimo Spalla. Tudo isso está na receita sonora da banda Tourette, que conta ainda com o baterista Anselmo Santos, também de São Paulo, e com outros três músicos do Grande ABC: Vini Costa e Hugão (guitarras) e Fernando Dias (contrabaixo).

Nome que caminha no cenário independente, a Tourette aposta em cancioneiro rock que carrega diversas influências, desde temperos de bandas como System of a Down e Stone Sour, a coisas mais veteranas como Led Zeppelin, e coloca no mercado seu disco de estreia, Out Of Control (R$ 10, em média). Além do CD, o álbum pode ser adquirido em plataformas digitais, como iTunes. É possível ouvir as faixas no site www.tourette.com.br.

Recheado por dez canções autorais cantadas em inglês, Out Of Control tem produção de ‘banda grande’ e riqueza de arranjos sonoros. Mas o som pesado do conjunto – que participou do Festival de Cultura e Arte do Diário deste ano – vai além de entreter e fazer o público balançar a cabeça com suas batidas certeiras. O nome da banda remete a uma síndrome, a de Tourette – distúrbio neuropsiquiátrico caracterizado por múltiplos tiques, vocais ou motores, que persistem por mais de um ano e, muitas vezes, se instalam na infância.

A ideia, segundo Spalla, surgiu acerca dos pontos de fraqueza do ser humano, “de como cada um tem um ponto onde perde o controle, faz o que não gostaria de fazer, diz o que não gostaria de dizer.”

Conceitual, o disco explora todo o tipo de conflito que alguém pode ter, seja psicológico, emocional, religioso ou social. “Os assuntos abordados têm maior foco no que se passa dentro da mente das pessoas e o conflito que elas têm com elas mesmas, porém, existe também uma abordagem externa, onde ilustramos, por exemplo, vivência de paixões e obsessões, tristeza e desespero causados por perdas, e as consequências catastróficas do fanatismo religioso”, diz.

E tudo isso é mostrado em faixas como Fireball, que carrega agonia, e Liar – tema que ganhará videoclipe. Out Of Control também tem seus momentos libertadores e de explosão de energia como em Reason. Já Prisoner, com violões e coro, é carregada de singeleza e um dos pontos altos da obra. “Estamos animados com tudo o que tem acontecido e otimistas com os próximos passos. Continuamos na batalha e felizes por estarmos fazendo o que amamos”, encerra o artista Spalla.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;