Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

‘Saúde pública é melhor do que a privada’

Ricardo Trida/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Frase foi dita por prefeito na mesma semana que
jovem conseguiu transferência à UTI com liminar


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

27/06/2015 | 07:00


Em mais um comportamento exaltado durante realização do OP (Orçamento Participativo), com direito a bate-boca com munícipe, o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), afirmou que o serviço de Saúde oferecido por sua administração é muito melhor do que a rede particular. A frase foi proferida pelo petista em plenária na Emeb Estudante Flamínio Araújo de Castro Rangel, Vila Marchi.

A declaração do chefe do Executivo destoa da realidade vivida no município, que assistiu na semana passada ao drama do jovem Lucas de Sousa Santos, 20 anos, portador de paralisia cerebral e que estava com quadro de pneumonia. Ele só conseguiu remoção ao leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por meio de liminar judicial, impetrada pela família, após cinco dias. O jovem ficou por dias no setor de emergência do Hospital e Pronto Socorro Central da cidade, quando precisava dos cuidados de uma UTI.


EXALTAÇÃO
Repetindo comportamento de outras edições do OP, Marinho foi ao embate contra munícipe que questionou qualidade do serviço da Saúde em São Bernardo.

Novamente exaltado, o chefe do Executivo respondeu à crítica: “Quem usa, sabe que o serviço público de Saúde da cidade é melhor que o privado. Agora, problemas tem. Isso é evidente.
Ocorre quando um médico falta e não há substituto imediato. Enfim, por esses motivos”, afirmou, partindo na sequência para a ofensa. “Vários hospitais particulares têm problemas. Somente um imbecil acha que não tem”.

A provocação trouxe reação imediata da cidadã, que exigiu “respeito” do prefeito petista. A solicitação, porém, não surtiu efeito e a plateia presenciou a nova resposta ríspida de Marinho: “Não vista a carapuça. Se vestir, a culpa não é minha”.

A postura exaltada do chefe do Executivo tem dado o tom das plenárias, que ocorrem pelos bairros do município desde o dia 8, cujo objetivo é colher demandas a serem inclusas no Orçamento municipal para o ano que vem.

Logo na abertura do OP, sediada no bairro Ferrazópolis, Marinho se desentendeu com duas servidoras públicas do setor da Educação, ao ouvir reclamações sobre sua conduta na greve da categoria no mês passado e sobre o plano do corte parcial de merendas nas escolas da rede municipal.

Dias depois, o petista foi ao confronto com munícipe que reclamou da falta de investimento no Parque Havaí. Irritado, Marinho direcionou ataque ao Diário em vez justificar ausência de projetos para área (leia mais ao lado). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

‘Saúde pública é melhor do que a privada’

Frase foi dita por prefeito na mesma semana que
jovem conseguiu transferência à UTI com liminar

Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

27/06/2015 | 07:00


Em mais um comportamento exaltado durante realização do OP (Orçamento Participativo), com direito a bate-boca com munícipe, o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), afirmou que o serviço de Saúde oferecido por sua administração é muito melhor do que a rede particular. A frase foi proferida pelo petista em plenária na Emeb Estudante Flamínio Araújo de Castro Rangel, Vila Marchi.

A declaração do chefe do Executivo destoa da realidade vivida no município, que assistiu na semana passada ao drama do jovem Lucas de Sousa Santos, 20 anos, portador de paralisia cerebral e que estava com quadro de pneumonia. Ele só conseguiu remoção ao leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por meio de liminar judicial, impetrada pela família, após cinco dias. O jovem ficou por dias no setor de emergência do Hospital e Pronto Socorro Central da cidade, quando precisava dos cuidados de uma UTI.


EXALTAÇÃO
Repetindo comportamento de outras edições do OP, Marinho foi ao embate contra munícipe que questionou qualidade do serviço da Saúde em São Bernardo.

Novamente exaltado, o chefe do Executivo respondeu à crítica: “Quem usa, sabe que o serviço público de Saúde da cidade é melhor que o privado. Agora, problemas tem. Isso é evidente.
Ocorre quando um médico falta e não há substituto imediato. Enfim, por esses motivos”, afirmou, partindo na sequência para a ofensa. “Vários hospitais particulares têm problemas. Somente um imbecil acha que não tem”.

A provocação trouxe reação imediata da cidadã, que exigiu “respeito” do prefeito petista. A solicitação, porém, não surtiu efeito e a plateia presenciou a nova resposta ríspida de Marinho: “Não vista a carapuça. Se vestir, a culpa não é minha”.

A postura exaltada do chefe do Executivo tem dado o tom das plenárias, que ocorrem pelos bairros do município desde o dia 8, cujo objetivo é colher demandas a serem inclusas no Orçamento municipal para o ano que vem.

Logo na abertura do OP, sediada no bairro Ferrazópolis, Marinho se desentendeu com duas servidoras públicas do setor da Educação, ao ouvir reclamações sobre sua conduta na greve da categoria no mês passado e sobre o plano do corte parcial de merendas nas escolas da rede municipal.

Dias depois, o petista foi ao confronto com munícipe que reclamou da falta de investimento no Parque Havaí. Irritado, Marinho direcionou ataque ao Diário em vez justificar ausência de projetos para área (leia mais ao lado). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;