Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Prefeitura constrói ponte com materiais reutilizáveis

Marina Brandão/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Daniel Macário
Especial para o Diário

20/06/2015 | 07:00


Em projeto que uniu a demanda de contenção de custos à antiga solicitação de moradores, a Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos, inovou e está construindo a primeira ponte do município com materiais reutilizados, localizada na Rua Amarilis, na Vila Cecília Maria. A passagem, feita com custo zero, vai substituir antiga ponte que apresentava risco.

Na obra, materiais que seriam descartados compõem a estrutura, tais como trilhos de linha férrea, perfis metálicos da cobertura do Calçadão da Oliveira Lima, postes de iluminação do Natal da Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André) e estrutura de braços de iluminação pública. Tubos de concreto possibilitaram a montagem de andaime para a construção, além do uso de guias e paralelepípedos retirados de ruas que foram asfaltadas para contenção. A ponte deve ser entregue nas próximas semanas.

O secretário Paulinho Serra (PSD) explica que o projeto surgiu da capacidade técnica dos funcionários da Pasta. “Série de fatores motivaram, entre eles a contenção de custos. As duas últimas reformas de parques entregues na cidade (Celso Daniel e Chácara Pignatari) já tiveram bancos e playground feitos com itens reutilizados e foram elogiados.”

O Diário mostrou em outubro a situação precária da antiga passagem. Agora, moradores comemoram a construção da ponte. De acordo com o aposentado Roberto Vanderlei Palacio, 65 anos, o projeto garante segurança. “Foi a melhor coisa a ser feita. Apesar de feita com materiais reaproveitados, vemos que a estrutura é muito resistente. A base é feita com trilhos de trem, seguros demais.”

Outra que aprovou o projeto foi a cozinheira Rosângela Pereira dos Santos, 39. “Vai facilitar nosso acesso para a Rua Carijós. Agora não teremos mais medo.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Prefeitura constrói ponte com materiais reutilizáveis

Daniel Macário
Especial para o Diário

20/06/2015 | 07:00


Em projeto que uniu a demanda de contenção de custos à antiga solicitação de moradores, a Prefeitura de Santo André, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos, inovou e está construindo a primeira ponte do município com materiais reutilizados, localizada na Rua Amarilis, na Vila Cecília Maria. A passagem, feita com custo zero, vai substituir antiga ponte que apresentava risco.

Na obra, materiais que seriam descartados compõem a estrutura, tais como trilhos de linha férrea, perfis metálicos da cobertura do Calçadão da Oliveira Lima, postes de iluminação do Natal da Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André) e estrutura de braços de iluminação pública. Tubos de concreto possibilitaram a montagem de andaime para a construção, além do uso de guias e paralelepípedos retirados de ruas que foram asfaltadas para contenção. A ponte deve ser entregue nas próximas semanas.

O secretário Paulinho Serra (PSD) explica que o projeto surgiu da capacidade técnica dos funcionários da Pasta. “Série de fatores motivaram, entre eles a contenção de custos. As duas últimas reformas de parques entregues na cidade (Celso Daniel e Chácara Pignatari) já tiveram bancos e playground feitos com itens reutilizados e foram elogiados.”

O Diário mostrou em outubro a situação precária da antiga passagem. Agora, moradores comemoram a construção da ponte. De acordo com o aposentado Roberto Vanderlei Palacio, 65 anos, o projeto garante segurança. “Foi a melhor coisa a ser feita. Apesar de feita com materiais reaproveitados, vemos que a estrutura é muito resistente. A base é feita com trilhos de trem, seguros demais.”

Outra que aprovou o projeto foi a cozinheira Rosângela Pereira dos Santos, 39. “Vai facilitar nosso acesso para a Rua Carijós. Agora não teremos mais medo.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;