Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Longa espera por agendamento com especialistas gera reclamação

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Assunto foi destacado em reinauguração de unidade de Saúde ontem


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

01/05/2015 | 07:00


A demora para agendar consultas com médicos especialistas é uma das principais reclamações de usuários do sistema de Saúde de Santo André. Para a área de cardiologia, por exemplo, uma das mais demandadas pela população, é preciso aguardar até quatro meses pela primeira visita ou até seis para retorno com o profissional.

O assunto foi alvo de críticas por parte de moradores da Vila Vitória, onde fica o Centro de Especialidades 3, que foi reinaugurado na tarde de ontem após quase três meses em obras para reforma e ampliação, a custo de R$ 677,1 mil. O espaço realiza, em média, 3.000 atendimentos nas 12 especialidades oferecidas mensalmente. A unidade abre as portas na segunda-feira.

O aposentado Benedito da Cruz, 78 anos, destaca que teve de esperar seis meses para retorno com o cardiologista, com quem faz tratamento. Além do longo período sem acompanhamento, a principal dificuldade, segundo ele, é quando a receita para retirada de medicamentos vence e não pode ser usada novamente.

A metalúrgica aposentada Lázara Maria Lima da Silva, 61, conhecida como Leninha, aproveitou a deixa do prefeito Carlos Grana (PT), que a convidou para subir ao palco, para cobrar. “É ótimo essa reforma, agora precisa ver se vai ter médico”, pontuou. A moradora da Vila Helena aproveitou para destacar ainda falta de fitas reagentes para diabetes na unidade de Saúde da Vila Helena na semana passada e espera de três dias pelo material. Em resposta, o prefeito esclareceu que o problema é pontual e decorrente de processo de disputa entre empresas farmacêuticas por preço. “Já estamos trabalhando para normalizar isso”, prometeu.

O secretário de Saúde Homero Nepomuceno Duarte reconheceu o cenário de longa espera para agendamento das consultas com especialistas. Segundo ele, o problema é “o grande gargalo do SUS (Sistema Único de Saúde)” e, por isso, uma das expectativas é o lançamento do Programa Mais Especialidades, do governo federal, até o fim do ano.

A diretora do Departamento de Atenção Especializada de Santo André, Margareth Tangerino, ressalta que os agendamentos são feitos por central de regulação de acordo com o grau de urgência dos casos. “Hoje não tem nenhuma especialidade que a gente não ofereça no município. Se não tenho aqui, encaminho para os dois outros centros de especialidades. O paciente tem acompanhamento, seja a cada quatro, cinco ou seis meses.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Longa espera por agendamento com especialistas gera reclamação

Assunto foi destacado em reinauguração de unidade de Saúde ontem

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

01/05/2015 | 07:00


A demora para agendar consultas com médicos especialistas é uma das principais reclamações de usuários do sistema de Saúde de Santo André. Para a área de cardiologia, por exemplo, uma das mais demandadas pela população, é preciso aguardar até quatro meses pela primeira visita ou até seis para retorno com o profissional.

O assunto foi alvo de críticas por parte de moradores da Vila Vitória, onde fica o Centro de Especialidades 3, que foi reinaugurado na tarde de ontem após quase três meses em obras para reforma e ampliação, a custo de R$ 677,1 mil. O espaço realiza, em média, 3.000 atendimentos nas 12 especialidades oferecidas mensalmente. A unidade abre as portas na segunda-feira.

O aposentado Benedito da Cruz, 78 anos, destaca que teve de esperar seis meses para retorno com o cardiologista, com quem faz tratamento. Além do longo período sem acompanhamento, a principal dificuldade, segundo ele, é quando a receita para retirada de medicamentos vence e não pode ser usada novamente.

A metalúrgica aposentada Lázara Maria Lima da Silva, 61, conhecida como Leninha, aproveitou a deixa do prefeito Carlos Grana (PT), que a convidou para subir ao palco, para cobrar. “É ótimo essa reforma, agora precisa ver se vai ter médico”, pontuou. A moradora da Vila Helena aproveitou para destacar ainda falta de fitas reagentes para diabetes na unidade de Saúde da Vila Helena na semana passada e espera de três dias pelo material. Em resposta, o prefeito esclareceu que o problema é pontual e decorrente de processo de disputa entre empresas farmacêuticas por preço. “Já estamos trabalhando para normalizar isso”, prometeu.

O secretário de Saúde Homero Nepomuceno Duarte reconheceu o cenário de longa espera para agendamento das consultas com especialistas. Segundo ele, o problema é “o grande gargalo do SUS (Sistema Único de Saúde)” e, por isso, uma das expectativas é o lançamento do Programa Mais Especialidades, do governo federal, até o fim do ano.

A diretora do Departamento de Atenção Especializada de Santo André, Margareth Tangerino, ressalta que os agendamentos são feitos por central de regulação de acordo com o grau de urgência dos casos. “Hoje não tem nenhuma especialidade que a gente não ofereça no município. Se não tenho aqui, encaminho para os dois outros centros de especialidades. O paciente tem acompanhamento, seja a cada quatro, cinco ou seis meses.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;