Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Infecções estafilocócicas - Dr. Leo Kahn

Os estafilococos são bactérias gram-positivas presentes na pele, nariz, boca...


Leo Kahn

27/02/2015 | 07:00


Os estafilococos são bactérias gram-positivas presentes na pele, nariz, boca, glândulas mamárias, aparelho geniturinário, trato intestinal e vias aéreas superiores.

Suas colonizações no ser humano não costumam ser maléficas à saúde, mas uma lesão na pele ou qualquer lugar em que ela se encontre pode permitir que ultrapassem as defesas do organismo e causem a infecção.

Existem vários tipos de estafilococos, mas a maioria das infecções é causada pela bactéria staphylococcus aureus e geralmente são classificadas em dois tipos:

- Infecções de pele e tecidos moles – são mais comuns entre crianças, adolescentes e adultos jovens. No caso do impetigo, são responsáveis por cerca de um em cada dez casos de infecções de pele em crianças.

- Infecções invasivas – são menos frequentes e estima-se que cerca de um em cada 3.000 indivíduos desenvolvem essa infecção.

Fatores de risco: recém-nascidos, mulheres em período de lactação, pessoas com doenças crónicas (especialmente pulmonares, diabetes e câncer), lesões cutâneas, incisões cirúrgicas e aquelas cujos sistemas imunológicos estão inibidos pelo uso de corticosteroides, radioterapia, fármacos imunossupressores e medicações anticancerosas.

Os estafilococos podem circular através do sangue e formar abcessos em órgãos internos, como os pulmões, nos ossos (osteomielite) e no revestimento interno do coração e das suas válvulas (endocardite).

SINAIS E SINTOMAS:

- Pus na superfície ou logo abaixo da pele;

- Furúnculos ou abscessos dolorosos;

- Celulite infecciosa;

- Edema;

- Dor local;

- Febre;

- Mal estar generalizado;

- Confusão ou desorientação;

- Falta de ar.

O médico deverá ser consultado e por meio da história e do exame físico do paciente, poderá solicitar exames de sangue, urina, fezes, coleta de cultura de feridas, secreção respiratória, raios X, tomografia computadorizada, ecocardiograma, função renal e hepática.

SAIBA MAIS:

- A melhor forma de prevenir a infecção estafilocócica é lavar regularmente as mãos e certificar-se que todos os cortes e arranhões sejam mantidos limpos e desinfetados.

- Essa bactéria pode infectar qualquer parte do corpo e os sintomas dependem da localização da infecção.

- Os estafilococos tendem a infectar a pele.

- Os recém-nascidos podem ter infecções estafilocócicas cutâneas, geralmente nas seis primeiras semanas de vida.

- As mães no período da lactação podem apresentar essas infecções nos seios (mastite) e abcessos entre uma e quatro semanas após o parto.

- No intestino costuma provocar febre, edema e distensão abdominal devido a uma suspensão temporária dos movimentos contrácteis normais do intestino e diarreia.

- A osteomielite afeta predominantemente as crianças e os idosos com escaras por pressão.

- Os estafilococos presentes na corrente sanguínea podem causar infecção no revestimento interno do coração e das suas válvulas (endocardite), podendo lesar rapidamente as válvulas, provocando insuficiência cardíaca e morte.

- É a infecção mais frequente entre os doentes hospitalizados, em especial nos que foram submetidos à cirurgia abdominal ou que tenham recebido tratamento com antibióticos.

Se você tem dúvidas sobre saúde, envie um e-mail para leo.kahn@uol.com.br ou visite o site www.vivaintegral.com.br 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Infecções estafilocócicas - Dr. Leo Kahn

Os estafilococos são bactérias gram-positivas presentes na pele, nariz, boca...

Leo Kahn

27/02/2015 | 07:00


Os estafilococos são bactérias gram-positivas presentes na pele, nariz, boca, glândulas mamárias, aparelho geniturinário, trato intestinal e vias aéreas superiores.

Suas colonizações no ser humano não costumam ser maléficas à saúde, mas uma lesão na pele ou qualquer lugar em que ela se encontre pode permitir que ultrapassem as defesas do organismo e causem a infecção.

Existem vários tipos de estafilococos, mas a maioria das infecções é causada pela bactéria staphylococcus aureus e geralmente são classificadas em dois tipos:

- Infecções de pele e tecidos moles – são mais comuns entre crianças, adolescentes e adultos jovens. No caso do impetigo, são responsáveis por cerca de um em cada dez casos de infecções de pele em crianças.

- Infecções invasivas – são menos frequentes e estima-se que cerca de um em cada 3.000 indivíduos desenvolvem essa infecção.

Fatores de risco: recém-nascidos, mulheres em período de lactação, pessoas com doenças crónicas (especialmente pulmonares, diabetes e câncer), lesões cutâneas, incisões cirúrgicas e aquelas cujos sistemas imunológicos estão inibidos pelo uso de corticosteroides, radioterapia, fármacos imunossupressores e medicações anticancerosas.

Os estafilococos podem circular através do sangue e formar abcessos em órgãos internos, como os pulmões, nos ossos (osteomielite) e no revestimento interno do coração e das suas válvulas (endocardite).

SINAIS E SINTOMAS:

- Pus na superfície ou logo abaixo da pele;

- Furúnculos ou abscessos dolorosos;

- Celulite infecciosa;

- Edema;

- Dor local;

- Febre;

- Mal estar generalizado;

- Confusão ou desorientação;

- Falta de ar.

O médico deverá ser consultado e por meio da história e do exame físico do paciente, poderá solicitar exames de sangue, urina, fezes, coleta de cultura de feridas, secreção respiratória, raios X, tomografia computadorizada, ecocardiograma, função renal e hepática.

SAIBA MAIS:

- A melhor forma de prevenir a infecção estafilocócica é lavar regularmente as mãos e certificar-se que todos os cortes e arranhões sejam mantidos limpos e desinfetados.

- Essa bactéria pode infectar qualquer parte do corpo e os sintomas dependem da localização da infecção.

- Os estafilococos tendem a infectar a pele.

- Os recém-nascidos podem ter infecções estafilocócicas cutâneas, geralmente nas seis primeiras semanas de vida.

- As mães no período da lactação podem apresentar essas infecções nos seios (mastite) e abcessos entre uma e quatro semanas após o parto.

- No intestino costuma provocar febre, edema e distensão abdominal devido a uma suspensão temporária dos movimentos contrácteis normais do intestino e diarreia.

- A osteomielite afeta predominantemente as crianças e os idosos com escaras por pressão.

- Os estafilococos presentes na corrente sanguínea podem causar infecção no revestimento interno do coração e das suas válvulas (endocardite), podendo lesar rapidamente as válvulas, provocando insuficiência cardíaca e morte.

- É a infecção mais frequente entre os doentes hospitalizados, em especial nos que foram submetidos à cirurgia abdominal ou que tenham recebido tratamento com antibióticos.

Se você tem dúvidas sobre saúde, envie um e-mail para leo.kahn@uol.com.br ou visite o site www.vivaintegral.com.br 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;