Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Detento personagem de filme é morto dentro de presídio


Do Diário OnLine

15/01/2001 | 17:03


O justiceiro Hélio José Muniz Filho, 24 anos, foi morto na tarde deste domingo dentro do Presídio Aníbal Bruno, no Recife, onde estava há três anos. Ele era acusado de 65 assassinatos e condenado a mais de 100 anos de reclusão.

Hélinho, como era conhecido, foi assassinado pelos detentos Augusto Marques de Oliveira, 23 anos, Cláudio Da Silva, 18, e Marcelo Carlos de Lima. Eles o atacaram com armas brancas, como facas, e o feriram no pescoço, abaixo da costela e em um dos braços. O justiceiro chegou a ser levado com vida para o Hospital Otávio de Freitas, mas não resistiu aos ferimentos.

Hélinho foi um dos personagens do filme ‘O Rap do Pequeno Príncipe contra as Almas Sebosas’, retratado em forma de documentário. Em 2000, ano de sua estréia, rendeu oito prêmios aos cineastas Paulo Caldas e Marcelo Luna.

Há suspeitas de que a morte de Hélinho esteja ligada às suas denúncias à CPI estadual da Pistolagem e do Narcotráfico. No ano passado, ele depôs ao órgão de investigação e contribuiu para a identificação de pessoas relacionadas a grupos de extermínio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Detento personagem de filme é morto dentro de presídio

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;