Automóveis Titulo
Adesivo fosco vira moda no País
Por Alexandre Calisto
Especial para o Diário
03/08/2011 | 07:00
Compartilhar notícia


A moda começou nos Estados Unidos e na Europa, mas o adesivo fosco automotivo tem sido cada vez mais visto nas ruas brasileiras e promete movimentar o mercado de personalização de veículos.

O vinil automotivo, como é chamado o produto, está no País há alguns anos, mas a moda só pegou agora. Incomuns, os poucos carros que possuem o acessório chamam atenção por onde passam. "Há três anos as pessoas olhavam quando andávamos pelas ruas. Algumas vezes, perguntavam o que foi feito e até passavam a mão no carro", conta Paulo Surya Bento, diretor do Grupo Surya, que atua no segmento por meio das lojas Preto Fosco.

Hoje é possível ver com mais frequência carros adesivados circulando pelas vias. Isso é reflexo do aumento das vendas em lojas especializadas. Segundo Bento, nos últimos meses a procura pela aplicação do adesivo tem aumentado. Crescimento também percebido por Felipe da Silva, funcionário da loja Japa Tuning, especializada em produtos de personalização de automóveis, em Diadema. "Aplicávamos uma vez ou outra, mas o número de instalações disparou há alguns meses", afirma.

Com algumas particularidades, o vinil automotivo difere dos adesivos comuns. Encontrado em diversas cores, o produto pode ser usado em superfície lisa, plana e em curvas. A instalação é feita manualmente e com ferramentas, como o soprador. O diretor ressalta que, para se ter um resultado satisfatório, é necessário utilizar a matéria-prima adequada, de acordo com suas especificidades.

Para os interessados em aderir à moda, é bom saber que os preços variam de R$ 1.000 a R$ 3.000, de acordo com o tamanho do veículo, ou as partes onde se deseja instalar a película. A instalação leva de dois a três dias.

Se você já aplicou o adesivo, evite lavar o veículo com produtos químicos. E, na hora de limpar a lataria, recomenda-se o uso de sabão neutro.

 

Detran alerta para alteração de cor

 

O motorista deve ficar atento caso o adesivo modifique a cor original do veículo. Segundo o Detran-SP (Departamento Estadual de Trânsito), o adesivo fosco é permitido por lei. Porém, os veículos que trocarem sua cor original devem solicitar a alteração das características do automóvel. Com base nas leis de trânsito, são consideradas alterações de cor em áreas que somem mais de 50% do carro, o que não inclui partes envidraçadas.

Quem for pego sem a regularização dos documentos será multado no valor de R$ 127,69, autuado por infração grave, com perda de cinco pontos na carteira, além da apreensão do veículo.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mais Lidas

;