Cena Política

Sérgio Reis relembra eleição de Marinho




O cantor Sérgio Reis, ex-deputado federal, esteve no centro de polêmica nacional depois que áudio dele convocando manifestação a favor do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), vazou. Além da repercussão, Sérgio Reis viu contratos publicitários cancelados, distratos de parcerias artísticas e até desmentido dos caminhoneiros, setor que ele dizia representar. Em entrevista ao site Congresso em Foco, o cantor de Panela Velha e Pinga Ni Mim garantiu que nunca teve atuação política bolsonarista. Para ilustrar, citou uma passagem envolvendo o Grande ABC. Ele rememorou que, em 2008, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) o chamou para ajudar Luiz Marinho (PT), que foi ministro de Lula e que, naquele ano, concorria à Prefeitura de São Bernardo pela primeira vez. Marinho já tinha como vice um cantor – Frank Aguiar – e, na visão de Lula, era preciso popularizar a imagem do pupilo, que tinha carreira política ligada ao mundo sindical. Se foi com ajuda de Sérgio Reis ou não, Marinho foi eleito naquele ano. E reeleito quatro anos depois.

Missão
Esta coluna mostrou ontem que o ex-deputado federal Professor Luizinho (PT), de Santo André, está ativo na campanha do ex-prefeito de São Bernardo Luiz Marinho (PT) à Câmara Federal no ano que vem. Entre as lideranças andreenses pertencentes ao mesmo grupo, resta saber o destino do ex-prefeito Carlos Grana (PT). O comentário é o de que Grana pode integrar o time que costurará a campanha presidencial do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em território paulista.

Indicação – 1
A vereadora Ana Veterinária (DEM), de Santo André, apresentou indicação ao prefeito Paulo Serra (PSDB) para que o governo e a Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André) desenhe um projeto para ofertar vagas exclusivas para pessoas com 50 anos ou mais. A democrata argumentou que recente pesquisa da consultoria Global Great Place to Work indicou que menos de 5% do público nesta faixa etária está empregado.

Indicação – 2
“Com a crescente geração de empregos com carteira assinada e em paralelo à divulgação de dados preocupantes apontados em vários estudos, fica evidente a necessidade de ações e programas que estimulem nas empresas a empregabilidade das pessoas classificadas no grupo 50+ (50 anos ou mais)”, discorreu Ana Veterinária. “Salário alto, pouca flexibilidade, desatualização e o risco de ampliar conflitos entre gerações são estigmas pejorativos que acompanham os 50+ na hora da contratação”, emendou.

Título de cidadão
A Câmara de Ribeirão Pires analisa hoje projeto que concede título de cidadão ribeirão-pirense ao secretário estadual de Desenvolvimento Regional e presidente paulista do PSDB, Marco Vinholi. A honraria foi sugerida pelo presidente da casa, Guto Volpi (PL). O título também foi apresentado em Santo André e em Diadema.

Volta do público
Em São Bernardo, o Legislativo voltou a receber munícipes para acompanhar as sessões, depois que o presidente da casa, Estevão Camolesi (PSDB), reviu norma que impedia o acesso público ao plenário. Primeiro suplente de vereador na cidade e hoje assessor do deputado federal Alex Manente (Cidadania), João Viana utilizou a tribuna e defendeu a participação da juventude na política.

Projeto
Em Diadema, a Câmara analisa hoje, de forma definitiva, projeto de lei de autoria do vereador Cabo Angelo (PV), que exige que a Ecovias instale barreiras em pontes, viadutos e passarelas na cidade, para evitar casos de suicídio. No município passa a Rodovia dos Imigrantes.

Comentários


Veja Também



Voltar