Esportes

Santo André vai usar o Inamar para jogar a Série D




O Santo André está de casa nova. Depois de mandar seus jogos pelo Campeonato Paulista da Série A-1 no Canindé, agora o Ramalhão terá o Estádio do Inamar, em Diadema, como local para cumprir seus compromissos na Série D do Campeonato Brasileiro. O uso da praça esportiva diademense não terá custos para a equipe andreense, fruto de empréstimo do Água Santa.

O primeiro jogo no local está marcado para 13 de junho, contra o Boavista-RJ, pela segunda rodada. Os demais compromissos como mandante na primeira fase também estão marcados para acontecer no Inamar. A equipe estreia na Quarta Divisão nacional no dia 5, em visita ao Bangu-RJ.

“O Água Santa entende que a cooperação entre os clubes deve existir, até pelo momento que a gente atravessa, de um clube precisar do outro. Muitas vezes estivemos precisando de parceiros para mandar nossos jogos, por não ter iluminação e dificuldade pelo VAR, então o caminho é esse”, explicou o diretor executivo do Netuno, Julio Rondinelli, que inclusive já passou pelo Santo André. Ele ainda citou o fato de o Ramalhão não precisar alugar o estádio diademense. “É pura e simples cessão, gratuita. O Santo André só cuidará da operação e manutenção no dia do jogo”, emendou.

ENQUANTO ISSO...
A reforma no gramado do Bruno Daniel segue evoluindo. Na semana passada foi instalada a manta e, ontem, foram colocadas as pedras que servirão de base para o futuro gramado sintético. Já na Câmara, o vereador Ricardo Alvarez (Psol) protocolou pedido de “informações e cópias” de contratos sobre as obras do Bruno Daniel. Citando reportagens do Diário, cobrou o prazo assumido pelo secretário de Esporte e Prática Esportiva, Marcelo Chehade, de que o estádio ficaria pronto até maio, e considerou que o Ramalhão foi prejudicado no Paulistão por não jogar em casa.

“Creio que devemos terminar a Série D jogando fora. Não acredito que pelo menos até agosto tenhamos qualquer novidade”, lamentou ontem o presidente do Santo André, Sidney Riquetto.

Em resposta a questionamento do Diário, a Prefeitura confirmou que “as intervenções que estão sendo executadas são serviços de drenagem, nivelamento do campo, montagem de base para grama sintética e parte da irrigação (tubulação). A previsão de conclusão do gramado e demais intervenções é julho de 2021”. 

Comentários


Veja Também



Voltar