Cena Política

Josa e Vitoriano de olho em 2022




O governo do prefeito de Diadema, José de Filippi Júnior (PT), deve lançar, na eleição do ano que vem, um candidato a deputado federal e outro a deputado estadual. E essa sinalização tem movimentado a base de sustentação de Filippi na cidade, em especial os vereadores Orlando Vitoriano (PT) e Josa Queiroz (PT). Quando Josa despontou para ser presidente da Câmara, cargo que Vitoriano também desejava, ficou acordado que Vitoriano – o mais bem votado de Diadema na eleição do ano passado, com 5.140 votos – disputaria uma cadeira de deputado federal, até para dobrar com seu aliado, o deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT). Josa, então, se articulava para concorrer a um assento na Assembleia Legislativa. Mas a definição do ex-prefeito Luiz Marinho (PT), de São Bernardo, em disputar vaga na Câmara Federal modificou o cenário e tem tensionado as relações. Aliados de Josa acreditam que o atual mandatário do Legislativo deveria concorrer a deputado federal, buscando convencer Vitoriano a ceder e mudar seus planos. Sinais já foram emitidos, fazendo gerar os primeiros focos de incêndio internos no governo Filippi. 

Panos quentes 

 Prefeito de Rio Grande da Serra, Claudinho da Geladeira (Podemos) colocou panos quentes em possível desentendimento com Carlos Augusto César, o Cafu, fiador político de sua campanha no ano passado. Esta coluna mostrou ontem que se instalou clima de guerra fria entre os dois depois de alfinetadas de ambas as partes. “Somos grandes amigos e nossa relação está ótima. Isso está parecendo que alguém está torcendo para que haja desgaste na nossa amizade. Sei da seriedade dele com Rio Grande da Serra. Nosso grupo conseguiu coisas importantes. Além da vice (Penha Fumagalli, PTB), colocamos também o irmão dela, o Charles Fumagalli (PTB), na presidência do Legislativo. Então, acho que estão torcendo para um desgaste.”

Proposta

 O vereador Leonardo Alves (PSDB), de Mauá, se baseou em reportagem deste Diário sobre o aumento no número de diagnósticos de doenças mentais em meio à pandemia de Covid-19 para elaborar projeto de lei que instala, em âmbito municipal, programa de saúde mental. Segundo o tucano, por causa do acréscimo de 40% da demanda por consultas da área, a cidade precisa dar condições de tratamento psicológico adequado aos moradores e que o município reforce seu papel de promover o direito fundamental de acesso à saúde pública. O texto tramita na casa.

 Radares

 Os vereadores Reinaldo Meira e Eduardo Minas, ambos do Pros de Diadema, denunciaram que a Prefeitura de Diadema não tem cumprido resolução 798/2020 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) ao manter radares móveis sem a devida identificação e sinalização. Também apontam que outro trecho da regra, o que exige a presença de que agente de trânsito próximo ao equipamento, não é atendido pela Secretaria de Transportes, liderada por José Evaldo Gonçalo. A dupla deve encaminhar a reclamação na sessão de hoje, cobrando oficialmente o governo sobre o caso. 

 Caçador de emendas

 Outro potencial candidato a deputado federal na eleição do ano que vem, o líder do governo Paulo Serra (PSDB) na Câmara de Santo André, Professor Jobert Minhoca (PSDB), foi afagado pelo vereador Eduardo Leite (PT) durante a sessão de terça-feira. O petista classificou o colega como “caçador de emendas”, em elogio ao fato de o tucano assumir articulação, junto a deputados, de recursos para a cidade. Minhoca não perdeu tempo e disparou vídeo no qual ele aparece vestido de Indiana Jones, icônico personagem do cinema interpretado por Harrison Ford.

 Homenagem a Fidélix

 A Câmara de São Bernardo prestou homenagem, com um minuto de silêncio, pela morte do líder nacional do PRTB, Levy Fidélix, no sábado. Sugestão do vereador Paulo Chuchu (PRTB), único da legenda no Grande ABC.

 Possível candidatura

 Suplente de vereador pelo PSD de Santo André e integrante de grupo de movimentos de renovação da política, como o RenovaBR, Thiago Rocha disse cogitar ser candidato a deputado federal na eleição do ano que vem. A movimentação já está em curso. Atual servidor do governo do prefeito andreense Paulo Serra (PSDB), Thiago tem circulado por cidades da Grande São Paulo, como Mogi das Cruzes, do Interior e do Grande ABC. Na terça-feira, esteve em agenda com o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB).

Comentários


Veja Também



Voltar