Política

Câmara vê Colombo com desconfiança


Nesta semana, o vereador Márcio Colombo (PSDB) foi o alvo das atenções na Câmara de Santo André depois de ter gravado vídeo classificando como “mamata” o carro oficial, que ele fez questão de devolver. Houve discussão com os colegas, cobranças, dedo na cara. E muitos vereadores falaram sobre confiança. Quando Colombo assumiu a cadeira, herança de Marcelo Chehade (PSDB), que foi indicado como secretário de Esportes, parlamentares da base de sustentação falaram que Colombo, pelo seu histórico político, iria posar de paladino e expor o restante do Legislativo. À ocasião, vários integrantes do núcleo duro do governo asseguraram que o tucano iria fazer sua atuação sem cotovelar os colegas. Com a quebra da confiança, começa a ganhar corpo movimento para tirar Colombo do Legislativo. A estratégia será mirar no que vê, mas atirar no que não vê.

Respingo

 A briga entre o governador João Doria (PSDB) e o deputado federal Aécio Neves (PSDB) pelo controle do tucanato nacional tem gerado preocupações em figuras do partido em São Bernardo. Como o prefeito Orlando Morando (PSDB) e a deputada estadual Carla Morando (PSDB) decidiram, há alguns anos, bater de frente com Aécio – Carla protocolou pedido de saída do deputado das fileiras da legenda –, há receio que o entrevero entre Doria e o mineiro possa respingar na gestão são-bernardense.

G-14 em xeque

 O G-14, grupo de vereadores autodeclarados independentes em Mauá, passa por seu teste de fogo. Nos últimos dias, integrantes do bloco têm feito reuniões com o prefeito Marcelo Oliveira (PT) e com os articuladores do Paço, os secretários Leandro Dias (Governo) e Rômulo Fernandes (Planejamento). A nomeação de Andreia Santos como coordenadora do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) também fez estremecer as relações porque a nova comissionada da gestão Marcelo é próxima do vereador Leonardo Alves (PSDB), do G-14.

Vitória

 Presidente do Sintetra (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Grande ABC), Francisco Mendes da Silva, conhecido como Chicão (PTB), se elegeu prefeito de Sandovalina, pequena cidade na região de Presidente Prudente, no Interior. Recebeu 1.909 votos, os 66,17% dos válidos do município. Chicão, em 2019, deixou o PT, após anos de militância na sigla, e rumou ao PTB, a convite do então presidente estadual do partido, o deputado estadual Campos Machado (atualmente no Avante).

Título de Cidadão – 1

 A Câmara de Ribeirão Pires aprovou a concessão de título de cidadão ribeirão-pirense para o deputado estadual Thiago Auricchio (PL), que tem domicílio eleitoral em São Caetano. A sugestão é do presidente da Câmara, Guto Volpi (PL), filho do prefeito Clóvis Volpi (PL), e aliado de tempos da família Auricchio.

 Título de cidadão – 2

 Em Santo André, dois títulos de cidadão andreense foram aprovados pela Câmara, ambos sugeridos pelo líder do governo na casa, Professor Jobert Minhoca (PSDB). O deputado federal Carlos Sampaio (PSDB), de Campinas, e o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi (PSDB), que é de Catanduva, serão agraciados com a honraria.

 GPS 

 Virou motivo de comentários a postagem do vereador Paulo Chuchu (PRTB) sobre melhorias na Vila Vivaldi, região do Rudge Ramos, em São Bernardo.. Além de escrever o nome do bairro errado – “Vivalde” –, o parlamentar citou nomes de ruas de forma equivocada.

Comentários


Veja Também


Voltar