Memória

Clube Cerâmica. Um craque. Uma descoberta


“À tardinha, íamos esperar tio Angelin no ponto do ônibus em frente à Cerâmica São Caetano, e era aquela folia! Titio beijava os filhos, pegava Ebbe, a caçulinha, nos braços, e atrás dele íamos todos: Alféa, Hélio, Alcides, Alma, e subíamos a ladeira de terra, até o alto, até chegarmos à chácara.”

Zélia Gattai, Città di Roma, Editora Record, 2000.

O jornalista Silvio Berengani – ex-Diário – identificou, numa foto aqui publicada há cinco anos, o seu pai, grifado Beringani. E foi com alegria que nos escreveu:

- Meu pai jogou muito tempo na equipe da Cerâmica até conseguir treinar com o time profissional do São Paulo FC. Mas uma contusão lhe tirou o sonho.

- Era o tempo em que as fábricas contratavam trabalhadores bons de bola para suas linhas de produção. Meu pai faleceu há 25 anos (em 1990) e nada tenho sobre essa fase de sua vida.

-De tudo aquilo que havia no entorno da Cerâmica São Caetano me parece que sobrou apenas o centro social, uma espécie de clube. Fica em frente ao cemitério de Vila São José. 

- Passando por fora, apesar do muro alto, dá para notar que a construção ainda segue preservada. Parece que uma construtora comprou as instalações, mas não conseguiu ordem para a demolição. 

- De pequeno ia lá com meu pai e havia um bar onde muitos troféus ficavam expostos. Mas pela forma como tudo aquilo (a fábrica) foi dizimado temo não ter sobrado muito para memória.

Nota – Silvio Berengani passou a infância nesta área do bairro Cerâmica e estas linhas ele nos enviou em 2015. Ficaram aqui armazenadas. Uma grande tarefa seria procurar reunir as taças e troféus citados pelo jornalista. Será que foram preservadas? Quem sabe estejam na reserva técnica do Museu de São Caetano.

O Cerâmica foi campeão nacional em disputas entre fábricas. Que fim teria levado o troféu obtido? 

Diário há meio século

Quinta-feira, 30 de julho de 1970 – ano 13, edição 1296

São Caetano – Prefeito Oswaldo Massei, de São Caetano, lança a pedra fundamental de um novo viaduto sobre a Estrada de Ferro ‘Santos a Jundiaí’.

Dom Jorge Marcos de Oliveira, bispo diocesano de Santo André, celebra missa campal comemorativa ao aniversário da cidade.

Vereador Fábio Ventura profere conferência na Câmara como orador oficial dos festejos de São Caetano.

Santo André – O embaixador dos Estados Unidos, Maurice Berbaum, visita o prefeito de Santo André, Newton Brandão.

Em 30 de julho de...

1915 – A Santa Casa de Misericórdia de Santo André – futuro Hospital Municipal – já abriga diversos doentes e pratica operações de alta cirurgia.

1930 – O momento político brasileiro com o assassinato do presidente da Paraíba, João Pessoa: o vice-presidente do Estado, Álvaro de Carvalho, declara que seguiria intransigentemente o programa estabelecido pelo antecessor assassinado.

1960 – Câmara Municipal de Ribeirão Pires aprova o novo Código Municipal, enviando a matéria para sanção do prefeito Chiquinho Arnoni.

1975 – Prefeitura anuncia a ampliação do Estádio Bruno Daniel: de 6.000 para 20 mil lugares. Projetava-se a arquibancada descoberta com extensão de 110 metros, projeto do arquiteto Francisco José de Prado Ribeiro. 

Hoje

- Dia Nacional do Cartaz


Santos do dia

- São Pedro Crisólogo (380 + 450 ou 451). O significado do seu sobrenome é “das palavras de ouro”. Escreveu 176 homilias de cunho popular.

- Everaldo Hanse

Comentários


Veja Também


Voltar