Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Diretora de órgão ligado a menor é acusada de maus-tratos


Do Diário OnLine

12/06/2002 | 10:34


A 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça manteve nesta quarta-feira o afastamento da diretora da Sociedade de Assitência do Menor de Ubatuba (Samu), Ana Francisca Santos. Um processo administrativo disciplinar apura denúncias de de maus-tratos contra os menores assistidos pela entidade não-governamental.

Ana Francisca Santos foi afastada do cargo em dezembro de 1999, por determinação do Juízo da Segunda Vara de Ubatuba e da Infância e Juventude. Na portaria expedida, o juiz também determinou a busca e a apreensão de documentos relacionados à direção da Samu.

As denúncias também estariam relatando a utilização de crianças em anúncios promovendo a imagem da diretora e a imposição, por Ana Francisca Santos, de obstáculos a casais que pretendiam adotar as crianças, com o favorecimento de outras famílias por ela escolhidas.

Ao tentar retornar ao cargo, Ana Francisca entrou com um mandado de segurança afirmando não ter direito à defesa. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou o mandado confirmando a decisão de primeiro grau. Com isso, Ana Francisca Santos recorreu ao STJ reiterando seu pedido de reintegração ao cargo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diretora de órgão ligado a menor é acusada de maus-tratos

Do Diário OnLine

12/06/2002 | 10:34


A 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça manteve nesta quarta-feira o afastamento da diretora da Sociedade de Assitência do Menor de Ubatuba (Samu), Ana Francisca Santos. Um processo administrativo disciplinar apura denúncias de de maus-tratos contra os menores assistidos pela entidade não-governamental.

Ana Francisca Santos foi afastada do cargo em dezembro de 1999, por determinação do Juízo da Segunda Vara de Ubatuba e da Infância e Juventude. Na portaria expedida, o juiz também determinou a busca e a apreensão de documentos relacionados à direção da Samu.

As denúncias também estariam relatando a utilização de crianças em anúncios promovendo a imagem da diretora e a imposição, por Ana Francisca Santos, de obstáculos a casais que pretendiam adotar as crianças, com o favorecimento de outras famílias por ela escolhidas.

Ao tentar retornar ao cargo, Ana Francisca entrou com um mandado de segurança afirmando não ter direito à defesa. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou o mandado confirmando a decisão de primeiro grau. Com isso, Ana Francisca Santos recorreu ao STJ reiterando seu pedido de reintegração ao cargo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;