Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Virgílio pede no Senado voto de censura a Lula


Do Diário OnLine
Com Agências

25/02/2005 | 11:45


O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), apresentou nesta sexta-feira um requerimento à Mesa Diretora da Casa propondo um voto de censura contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ele ter relatado, em discurso no Espírito Santo, que acobertou um caso de corrupção referente à gestão anterior por achar que o fato, se noticiado, atingiria a imagem do país.

"Aqui no Brasil, não sei a que levará, mas entendo que a Câmara, exercendo o seu dever constitucional, deve processar o presidente da República por crime de responsabilidade. E o Senado deve aprovar, por unanimidade, também, um voto de censura ao presidente, para que nós tenhamos paz neste país", disse Virgílio.

Segundo o tucano, as declarações feitas por Lula o deixaram na condição de "réu confesso de crime de prevaricação". Ele acrescentou que se o mesmo fato ocorresse nos Estados Unidos, isso levaria ao impeachment do presidente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Virgílio pede no Senado voto de censura a Lula

Do Diário OnLine
Com Agências

25/02/2005 | 11:45


O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), apresentou nesta sexta-feira um requerimento à Mesa Diretora da Casa propondo um voto de censura contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva por ele ter relatado, em discurso no Espírito Santo, que acobertou um caso de corrupção referente à gestão anterior por achar que o fato, se noticiado, atingiria a imagem do país.

"Aqui no Brasil, não sei a que levará, mas entendo que a Câmara, exercendo o seu dever constitucional, deve processar o presidente da República por crime de responsabilidade. E o Senado deve aprovar, por unanimidade, também, um voto de censura ao presidente, para que nós tenhamos paz neste país", disse Virgílio.

Segundo o tucano, as declarações feitas por Lula o deixaram na condição de "réu confesso de crime de prevaricação". Ele acrescentou que se o mesmo fato ocorresse nos Estados Unidos, isso levaria ao impeachment do presidente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;