Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Você no vídeo

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Publicar vídeos na internet está cada vez mais fácil, mas é
muito importante tomar cuidado para não se expor demais


Bruna Gonçalves
do Diário do Grande ABC

09/12/2012 | 07:00


 

A ideia de criar um videolog - versão em vídeo de blog - começou como brincadeira em um domingo tedioso na casa de Kéfera Buchmann, 19 anos, de Curitiba, no Paraná. Ela não podia imaginar que o primeiro post do 5inco Minutos, do YouTube, teria 12 mil visualizações na semana.

O tema era simples: vuvuzela. A inspiração veio do vizinho, que tocou o instrumento na madrugada e a deixou irritada. "Me assustei com o retorno, porque não fiz pela fama.Só aos poucos me habituei com tanta gente me vendo", diz a atriz, que reuniu mais de 63,5 milhões de acessos em dois anos.

Para Kéfera, seu diferencial é a coragem de falar o que pensa. "Muitos gostariam de fazer o mesmo, mas têm medo do que os outros vão achar." Simpática, bem-humorada e criativa, faz um vídeo por semana de até cinco minutos sobre o cotidiano. Cada um leva de 15 a 20 minutos para ser gravado e uma hora para editar.  Tudo é improviso e o cenário é seu próprio quarto. "Fui mexendo e aprendi sozinha. É simples."

Publicar vídeos na web está cada vez mais fácil, mas é essencial tomar cuidado para não se expor. "Uma vez na rede, não há controle sobre a informação. Tudo bem compartilhar as coisas, porém, no YouTube a exposição é enorme. Não são só os amigos que acessam", alerta a psicóloga Luciana Ruffo, do Núcleo de Pesquisas da Psicologia em Informática da PUC-SP.

BLOG COM VÍDEO

Para se aproximar de suas leitoras, Bruna Vieira, 18, de Leopoldina, Minas Gerais, resolveu acrescentar vídeos no blog Depois dos Quinze (www.depoisdosquinze.com). "É importante estar presente em todas as redes sociais. As meninas acompanharam minhas transformações. É como se fôssemos amigas", diz a garota, cuja iniciativa a ajudou a perder a timidez.

Os temas, geralmente, são escolhidos pelas leitoras e postados, em média, a cada 15 dias. Falar dos próprios sentimentos motivou Bruna a criar o blog, que logo ganhou espaço para moda, maquiagem e música.  Há quatro anos no ar, a blogueira sabe que influencia as pessoas. "Elas se identificam com minhas experiências e contam suas histórias."

Os textos da blogueira Bruna Vieira, 18 anos, fizeram tanto sucesso que viraram o livro Depois dos Quinze: Quando Tudo Começou a Mudar (Gutenberg, 200 págs, R$ 34,90). Além de suas experiências, a obra, que está à venda, traz crônicas. “Estou superanimada e tenho planos de publicar outro livro.”

 

 

O ator Felipe Neto, 24 anos, foi um dos primeiros a entrar na onda dos vlogs (busque pelo nome dele ou por Não Faz Sentido no YouTube). O canal foi criado em 2010 e chamou a atenção pelo jeito descontraído de tratar diversos temas e por criticar celebridades. São mais de 143 milhões de visualizações.

 

 

 

O ator Felipe Neto, 24 anos, foi um dos primeiros a entrar na onda dos vlogs (busque pelo nome dele ou por Não Faz Sentido no YouTube). O canal foi criado em 2010 e chamou a atenção pelo jeito descontraído de tratar diversos temas e por criticar celebridades. São mais de 143 milhões de visualizações.

 

 

O ator Felipe Neto, 24 anos, foi um dos primeiros a entrar na onda dos vlogs (busque pelo nome dele ou por Não Faz Sentido no YouTube). O canal foi criado em 2010 e chamou a atenção pelo jeito descontraído de tratar diversos temas e por criticar celebridades. São mais de 143 milhões de visualizações.

 

 

O ator Felipe Neto, 24 anos, foi um dos primeiros a entrar na onda dos vlogs (busque pelo nome dele ou por Não Faz Sentido no YouTube). O canal foi criado em 2010 e chamou a atenção pelo jeito descontraído de tratar diversos temas e por criticar celebridades. São mais de 143 milhões de visualizações.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Você no vídeo

Publicar vídeos na internet está cada vez mais fácil, mas é
muito importante tomar cuidado para não se expor demais

Bruna Gonçalves
do Diário do Grande ABC

09/12/2012 | 07:00


 

A ideia de criar um videolog - versão em vídeo de blog - começou como brincadeira em um domingo tedioso na casa de Kéfera Buchmann, 19 anos, de Curitiba, no Paraná. Ela não podia imaginar que o primeiro post do 5inco Minutos, do YouTube, teria 12 mil visualizações na semana.

O tema era simples: vuvuzela. A inspiração veio do vizinho, que tocou o instrumento na madrugada e a deixou irritada. "Me assustei com o retorno, porque não fiz pela fama.Só aos poucos me habituei com tanta gente me vendo", diz a atriz, que reuniu mais de 63,5 milhões de acessos em dois anos.

Para Kéfera, seu diferencial é a coragem de falar o que pensa. "Muitos gostariam de fazer o mesmo, mas têm medo do que os outros vão achar." Simpática, bem-humorada e criativa, faz um vídeo por semana de até cinco minutos sobre o cotidiano. Cada um leva de 15 a 20 minutos para ser gravado e uma hora para editar.  Tudo é improviso e o cenário é seu próprio quarto. "Fui mexendo e aprendi sozinha. É simples."

Publicar vídeos na web está cada vez mais fácil, mas é essencial tomar cuidado para não se expor. "Uma vez na rede, não há controle sobre a informação. Tudo bem compartilhar as coisas, porém, no YouTube a exposição é enorme. Não são só os amigos que acessam", alerta a psicóloga Luciana Ruffo, do Núcleo de Pesquisas da Psicologia em Informática da PUC-SP.

BLOG COM VÍDEO

Para se aproximar de suas leitoras, Bruna Vieira, 18, de Leopoldina, Minas Gerais, resolveu acrescentar vídeos no blog Depois dos Quinze (www.depoisdosquinze.com). "É importante estar presente em todas as redes sociais. As meninas acompanharam minhas transformações. É como se fôssemos amigas", diz a garota, cuja iniciativa a ajudou a perder a timidez.

Os temas, geralmente, são escolhidos pelas leitoras e postados, em média, a cada 15 dias. Falar dos próprios sentimentos motivou Bruna a criar o blog, que logo ganhou espaço para moda, maquiagem e música.  Há quatro anos no ar, a blogueira sabe que influencia as pessoas. "Elas se identificam com minhas experiências e contam suas histórias."

Os textos da blogueira Bruna Vieira, 18 anos, fizeram tanto sucesso que viraram o livro Depois dos Quinze: Quando Tudo Começou a Mudar (Gutenberg, 200 págs, R$ 34,90). Além de suas experiências, a obra, que está à venda, traz crônicas. “Estou superanimada e tenho planos de publicar outro livro.”

 

 

O ator Felipe Neto, 24 anos, foi um dos primeiros a entrar na onda dos vlogs (busque pelo nome dele ou por Não Faz Sentido no YouTube). O canal foi criado em 2010 e chamou a atenção pelo jeito descontraído de tratar diversos temas e por criticar celebridades. São mais de 143 milhões de visualizações.

 

 

 

O ator Felipe Neto, 24 anos, foi um dos primeiros a entrar na onda dos vlogs (busque pelo nome dele ou por Não Faz Sentido no YouTube). O canal foi criado em 2010 e chamou a atenção pelo jeito descontraído de tratar diversos temas e por criticar celebridades. São mais de 143 milhões de visualizações.

 

 

O ator Felipe Neto, 24 anos, foi um dos primeiros a entrar na onda dos vlogs (busque pelo nome dele ou por Não Faz Sentido no YouTube). O canal foi criado em 2010 e chamou a atenção pelo jeito descontraído de tratar diversos temas e por criticar celebridades. São mais de 143 milhões de visualizações.

 

 

O ator Felipe Neto, 24 anos, foi um dos primeiros a entrar na onda dos vlogs (busque pelo nome dele ou por Não Faz Sentido no YouTube). O canal foi criado em 2010 e chamou a atenção pelo jeito descontraído de tratar diversos temas e por criticar celebridades. São mais de 143 milhões de visualizações.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;