Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Intérprete afegão de jornalista italiano permanece seqüestrado


Da AFP

20/03/2007 | 11:12


Adjmal Naqshbandi, intérprete afegão do jornalista italiano Daniele Mastrogiacomo, libertado na segunda-feira pelos talibãs, é mantido seqüestrado no sul do Afeganistão. A informação foi dada nesta terça-feira pelo seu pai, Ghulam Haidar, e uma autoridade afegã.

"Não é justo. Cinco talibãs foram libertados em troca do italiano, mas por meu filho não soltarão nenhum talibã. Não fazem nada", disse o pai de Adjmal, que estava no ministério da Informação ao lado de vários jornalistas reunidos para exigir a libertação do intérprete.

O conselheiro do ministério, Najib Manalai, se declarou "muito preocupado com o intérprete, que continua nas mãos dos terroristas".

A presidência afegã confirmou nesta terça-feira a libertação de prisioneiros talibãs em troca da libertação na segunda-feira do jornalista italiano Daniele Mastrogiacomo, que foi mantido seqüestrado por duas semanas na província de Helmand (sul).

Os talibãs disseram que Mastrogiacomo foi trocado por cinco de seus militantes. O jornalista relatou que seu motorista, Sayed Agha, foi decapitado diante de seus olhos pelos talibãs.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Intérprete afegão de jornalista italiano permanece seqüestrado

Da AFP

20/03/2007 | 11:12


Adjmal Naqshbandi, intérprete afegão do jornalista italiano Daniele Mastrogiacomo, libertado na segunda-feira pelos talibãs, é mantido seqüestrado no sul do Afeganistão. A informação foi dada nesta terça-feira pelo seu pai, Ghulam Haidar, e uma autoridade afegã.

"Não é justo. Cinco talibãs foram libertados em troca do italiano, mas por meu filho não soltarão nenhum talibã. Não fazem nada", disse o pai de Adjmal, que estava no ministério da Informação ao lado de vários jornalistas reunidos para exigir a libertação do intérprete.

O conselheiro do ministério, Najib Manalai, se declarou "muito preocupado com o intérprete, que continua nas mãos dos terroristas".

A presidência afegã confirmou nesta terça-feira a libertação de prisioneiros talibãs em troca da libertação na segunda-feira do jornalista italiano Daniele Mastrogiacomo, que foi mantido seqüestrado por duas semanas na província de Helmand (sul).

Os talibãs disseram que Mastrogiacomo foi trocado por cinco de seus militantes. O jornalista relatou que seu motorista, Sayed Agha, foi decapitado diante de seus olhos pelos talibãs.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;