Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Governo filipino descarta criar Estado muçulmano


Das Agências

05/06/2001 | 09:23


O governo filipino descartou nesta terça-feira a criação de um Estado muçulmano no sul do país, como exige o grupo guerrilheiro Abu Sayyaf, que tem em seu poder 59 reféns.

"Qualquer exigência política contra a Constituição ou a integridade do país será rejeitada pelo governo", disse o porta-voz das Forças Armadas Filipinas, general Edilberto Adan.

No final de maio, o grupo muçulmano Abu Sayyaf atacou um balneário na ilha de Palawan e fez 20 reféns, incluindo três americanos.

No sábado passado (2), o Abu Sayyaf atacou a cidade de Lamitan, na ilha de Basilan (sul), fazendo cerca de 200 reféns. No dia seguinte, o Exército filipino cercou a cidade e os guerrilheiros fugiram para a selva levando 50 reféns.

O Abu Sayyaf exige a criação de um Estado independente formado pelas ilhas de Basilan, Sulu e Tawi-Tawi. "Nosso comando suicida está disposto a sacrificar-se e a matar os reféns. Não queremos dinheiro, só a devolução das ilhas", disse o porta-voz da guerrilha Abu Sabaya.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;