Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vôlei: bloqueio dá vitória ao BCN


Vladimir Braga
Especial para o Diário

26/04/2000 | 00:10


  O bloqueio foi a arma da vitória do BCN/Osasco nesta terça contra o Nautico Carrasco do Uruguai, no ginásio Kal Hansen, em Joinville, Santa Catarina, pela Liga Sul-Americana de Vôlei Feminino. Mas, na segunda bola do jogo, 1 a 0 para o BCN, a meio de rede uruguaia Fernandez torceu o joelho. Contorcendo-se em dores, saiu carregada, direto para o hospital. Momento triste. A jogadora Rodriguez a substituiu. No outro jogo do dia, o MRV/Minas passou fácil pelo Indias de Miranda, da Venezuela, por 3 a 0 (25/08, 25/08 e 25/16). Nesta quarta, o BCN enfrenta o La Plata, da Argentina e o MRV pega o Nautico Carrasco .

O BCN, atual campeao sul-americano, levou o jogo de forma tranqüila no primeiro set, com bloqueios precisos e saques potentes, que minavam a resistência das uruguaias, cuja defesa nao suportava. "O jogo mostra a deficiência de um confronto entre uma equipe profissional como o BCN contra uma equipe nao tao profissional assim" , disse o técnico do BCN, Sérgio Negrao. Obra do bloqueio implacável de Janina. O BCN chegou ao fim do primeiro set em 18 minutos (25 a 9). Dos 25 pontos do BCN, nove foram só de erros do time adversário.

No segundo set, Negrao aproveitou para revezar o time todo na quadra. Bolas de ponta, bloqueios, saques potentes, o BCN fez de tudo. As meninas do Nautico tentavam reagir. Em vao, porque a equipe de Osasco jogou fácil. "Vocês têm de tirar a bola da rede" dizia o técnico uruguaio. Sem efeito.

Mas Negrao nao perdeu o rumo e exigia atençao. "É em um jogo mais fácil que o time pode desconcentrar-se, o que nos atrapalha e pode trazer até contusao", explicou Negrao. A equipe do BCN chegou a relaxar no fim do segundo set e o Náutico fez pontos até mesmo de bloqueio. As meninas uruguaias viam do outro lado da quadra a superioridade brasileira, mas, a cada ponto conquistado, vibravam demais. Contudo o BCN sempre foi superior.

Sonia virava bem as bolas de ponta e o segundo set terminou com o placar 25 a 15. O terceiro set nao foi diferente e em 45 minutos o BCN fechou o jogo em 25 a 9.

"O time do Nautico nao exigiu muito, mas o jogo serviu para treinar principalmente a concentraçao", disse Janina, que foi o destaque no bloqueio, ao final da partida. A jogadora Ricarda concordou e acrescentou que a partida "serviu para treinar e ganhar ritmo para os próximos adversários".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;