Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 16 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

OAB vai debater gestão da pandemia; impeachment de Bolsonaro deve entrar na pauta



06/03/2021 | 18:45


O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, vai convocar para a próxima terça-feira, 9, uma sessão extraordinária do conselho da entidade para discutir a gestão do presidente Jair Bolsonaro na pandemia do novo coronavírus. A próxima reunião do colegiado estava prevista para o dia 17, mas o encontro foi antecipado diante dos pedidos da cúpula da OAB para pautar o assunto.

"Há muita pressão de conselheiros e ex-presidentes por medidas duras contra o governo Bolsonaro", disse Santa Cruz ao Estadão. O impeachment do presidente deve ser debatido na sessão. O conselho federal da entidade já denunciou o governo à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA), por "violações" e "omissão" na pandemia.

Desde a redemocratização, a OAB pediu a cassação dos ex-presidentes Fernando Collor, Dilma Rousseff e Michel Temer. Um eventual pedido de impeachment de Bolsonaro se somaria aos mais de 50 requerimentos entregues à Câmara dos Deputados desde o início do mandato do atual presidente, em janeiro de 2019.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

OAB vai debater gestão da pandemia; impeachment de Bolsonaro deve entrar na pauta


06/03/2021 | 18:45


O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, vai convocar para a próxima terça-feira, 9, uma sessão extraordinária do conselho da entidade para discutir a gestão do presidente Jair Bolsonaro na pandemia do novo coronavírus. A próxima reunião do colegiado estava prevista para o dia 17, mas o encontro foi antecipado diante dos pedidos da cúpula da OAB para pautar o assunto.

"Há muita pressão de conselheiros e ex-presidentes por medidas duras contra o governo Bolsonaro", disse Santa Cruz ao Estadão. O impeachment do presidente deve ser debatido na sessão. O conselho federal da entidade já denunciou o governo à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), órgão da Organização dos Estados Americanos (OEA), por "violações" e "omissão" na pandemia.

Desde a redemocratização, a OAB pediu a cassação dos ex-presidentes Fernando Collor, Dilma Rousseff e Michel Temer. Um eventual pedido de impeachment de Bolsonaro se somaria aos mais de 50 requerimentos entregues à Câmara dos Deputados desde o início do mandato do atual presidente, em janeiro de 2019.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;